sicnot

Perfil

País

António Guterres admitiu ter saudades de voltar a um congresso do PS

XXI CONGRESSO DO PS

António Guterres admitiu ter saudades de voltar a um congresso do PS

António Guterres admitiu ter saudades de voltar a um congresso do PS. Na curta declaração que fez esta tarde, o antigo primeiro-ministro socialista desejou sucesso ao partido e a António Costa. Foi saudado de pé e com palmas ao chegar chegar ao congresso ao som de Vangelis, o hino das suas campanhas eleitorais para primeiro-ministro.

"Durante largo número de anos as funções que desempenhei nas Nações Unidas não me permitiam estar convosco e corro o risco, se as coisas me correrem bem, de o mesmo vir a suceder no futuro", disse António Guterres aos delegados, que não comparecia num Congresso socialista desde 2000.

"Não podem imaginar as saudades que tinha de aqui estar", disse o antigo primeiro-ministro e ex-alto comissário das Nações Unidas para os refugiados numas breves palavras que dirigiu ao Congresso no qual voltou a ser fortemente aplaudido.

António Guterres, que atualmente é candidato a secretário-geral das Nações Unidas, despediu-se dizendo que apenas pretende "manifestar solidariedade neste momento fundamental para a vida do partido e desejar os maiores êxitos nos anos que se aproximam".

A entrada de Guterres no palco foi anunciada pelo presidente do partido, Carlos César, que disse ser "com grande alegria e grande emoção" que fazia o anúncio.

António Guterres entrou então no palco com a secretária-geral adjunta Ana Catarina Mendes e pelo líder António Costa ao som de Vangelis, o hino das campanhas do antigo primeiro-ministro.

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.