sicnot

Perfil

País

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

XXI CONGRESSO DO PS

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

Sérgio Sousa Pinto, que se demitiu em 2015 do secretariado nacional do PS por não concordar com o acordo assinado com a esquerda, aceitou agora o convite e integra a lista à comissão nacional do partido.

O parlamentar do PS adiantou ainda que não se vai dirigir aos delegados e participantes na reunião magna por considerar que tal não é útil para o partido até porque já todos conhecem a sua opinião.

"Não vejo que intervir neste congresso servisse um propósito útil, do ponto de vista do PS, portanto não tenciono usar da palavra. Venho porque quero ser parte de um momento importante da vida do partido, agora nem sequer tirei o talão [senhas para ordem de discursos], não o farei", afirmou, à porta da Feira Internacional de Lisboa.

Em outubro de 2015, aquando da formalização dos acordos bilaterais entre PS, BE, PCP e PEV, Sérgio Sousa Pinto demitiu-se do Secretariado Nacional do PS por discordar da decisão que viabilizou o Governo liderado por António Costa.

"Fui convidado inclusivamente, pela secretária-geral-adjunta [Ana Catarina Mendes] do PS, para integrar a lista à Comissão Nacional do partido, tendo sido invocado o interesse do partido, e eu aceitei no que acho que é um gesto significativo", acrescentou Sousa Pinto, para quem "uma pessoa tem de saber ser dona do seu tempo e falar quando entende que deve falar".

Com Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.