sicnot

Perfil

País

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

XXI CONGRESSO DO PS

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

Sérgio Sousa Pinto, que se demitiu em 2015 do secretariado nacional do PS por não concordar com o acordo assinado com a esquerda, aceitou agora o convite e integra a lista à comissão nacional do partido.

O parlamentar do PS adiantou ainda que não se vai dirigir aos delegados e participantes na reunião magna por considerar que tal não é útil para o partido até porque já todos conhecem a sua opinião.

"Não vejo que intervir neste congresso servisse um propósito útil, do ponto de vista do PS, portanto não tenciono usar da palavra. Venho porque quero ser parte de um momento importante da vida do partido, agora nem sequer tirei o talão [senhas para ordem de discursos], não o farei", afirmou, à porta da Feira Internacional de Lisboa.

Em outubro de 2015, aquando da formalização dos acordos bilaterais entre PS, BE, PCP e PEV, Sérgio Sousa Pinto demitiu-se do Secretariado Nacional do PS por discordar da decisão que viabilizou o Governo liderado por António Costa.

"Fui convidado inclusivamente, pela secretária-geral-adjunta [Ana Catarina Mendes] do PS, para integrar a lista à Comissão Nacional do partido, tendo sido invocado o interesse do partido, e eu aceitei no que acho que é um gesto significativo", acrescentou Sousa Pinto, para quem "uma pessoa tem de saber ser dona do seu tempo e falar quando entende que deve falar".

Com Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.