sicnot

Perfil

País

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

XXI CONGRESSO DO PS

Sérgio Sousa Pinto na lista de António Costa para a Comissão Nacional do PS

Sérgio Sousa Pinto, que se demitiu em 2015 do secretariado nacional do PS por não concordar com o acordo assinado com a esquerda, aceitou agora o convite e integra a lista à comissão nacional do partido.

O parlamentar do PS adiantou ainda que não se vai dirigir aos delegados e participantes na reunião magna por considerar que tal não é útil para o partido até porque já todos conhecem a sua opinião.

"Não vejo que intervir neste congresso servisse um propósito útil, do ponto de vista do PS, portanto não tenciono usar da palavra. Venho porque quero ser parte de um momento importante da vida do partido, agora nem sequer tirei o talão [senhas para ordem de discursos], não o farei", afirmou, à porta da Feira Internacional de Lisboa.

Em outubro de 2015, aquando da formalização dos acordos bilaterais entre PS, BE, PCP e PEV, Sérgio Sousa Pinto demitiu-se do Secretariado Nacional do PS por discordar da decisão que viabilizou o Governo liderado por António Costa.

"Fui convidado inclusivamente, pela secretária-geral-adjunta [Ana Catarina Mendes] do PS, para integrar a lista à Comissão Nacional do partido, tendo sido invocado o interesse do partido, e eu aceitei no que acho que é um gesto significativo", acrescentou Sousa Pinto, para quem "uma pessoa tem de saber ser dona do seu tempo e falar quando entende que deve falar".

Com Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21