sicnot

Perfil

País

PSP termina sem apreensões buscas para deteção de armas na Grande Lisboa

A operação que a PSP encetou hoje de manhã em vários pontos da Grande Lisboa, para deteção de armas, terminou sem que tivessem havido detidos ou apreendidas armas ou droga, disse fonte daquela polícia à Lusa.

Segundo Hugo Abreu, subcomissário da PSP de Lisboa, esta operação de hoje ocorreu na sequência de um "processo de investigação por tráfico e posse de armas em alguns pontos [da Área Metropolitana de Lisboa], como Alcabideche (Cascais), bairro do Casalinho da Ajuda (Lisboa), Ameixoeira (Lisboa), Cascais, Loures e Oeiras".

"Foram feitas 31 buscas domiciliárias a partir das 07:00. O balanço da operação não é muito expressivo: não houve detenções e não foram apreendidas armas ou droga. Foi apreendida uma máquina de tabaco furtada e vários objetos importantes para investigações que possam estar em curso", afirmou.

Participaram naquela operação, que terminou pelas 10:00, cerca de 200 homens da unidade especial da PSP, nomeadamente do Grupo de Intervenção, do Corpo de Investigação Criminal e do Grupo Operacional Cinotécnico.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.