sicnot

Perfil

País

PSP termina sem apreensões buscas para deteção de armas na Grande Lisboa

A operação que a PSP encetou hoje de manhã em vários pontos da Grande Lisboa, para deteção de armas, terminou sem que tivessem havido detidos ou apreendidas armas ou droga, disse fonte daquela polícia à Lusa.

Segundo Hugo Abreu, subcomissário da PSP de Lisboa, esta operação de hoje ocorreu na sequência de um "processo de investigação por tráfico e posse de armas em alguns pontos [da Área Metropolitana de Lisboa], como Alcabideche (Cascais), bairro do Casalinho da Ajuda (Lisboa), Ameixoeira (Lisboa), Cascais, Loures e Oeiras".

"Foram feitas 31 buscas domiciliárias a partir das 07:00. O balanço da operação não é muito expressivo: não houve detenções e não foram apreendidas armas ou droga. Foi apreendida uma máquina de tabaco furtada e vários objetos importantes para investigações que possam estar em curso", afirmou.

Participaram naquela operação, que terminou pelas 10:00, cerca de 200 homens da unidade especial da PSP, nomeadamente do Grupo de Intervenção, do Corpo de Investigação Criminal e do Grupo Operacional Cinotécnico.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15