sicnot

Perfil

País

Controlos antidoping portugueses vão ser enviados para laboratório de Barcelona

As amostras recolhidas nos controlos antidoping feitos em Portugal vão ser enviados para o laboratório de Barcelona, disse hoje à agência Lusa fonte oficial da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto (SEJD).

© Andy Clark / Reuters

Na segunda-feira, a Agência Mundial Antidopagem (AMA) suspendeu, novamente e com efeito imediato, a acreditação do laboratório de Madrid, já depois de ter sido retirada a acreditação ao laboratório de Lisboa, em 15 de abril.

O laboratório da capital espanhola tinha sido escolhido pelo Governo português para analisar as amostras recolhidas pela Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP), mas as mesmas não chegaram a ser enviadas para Madrid, confirmou a mesma fonte da SEJD, acrescentando que o Governo português está a negociar o envio destas amostras para o laboratório de Barcelona.

No início de maio, o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, já tinha revelado a intenção de encaminhar para Barcelona e Gante, na Bélgica, as amostras em atraso relativas a 2015.

O laboratório de Madrid iria servir um "programa prioritário" para os atletas olímpicos.

Lusa

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.