sicnot

Perfil

País

Ordenamento do Território em destaque no Conselho de Ministros do Ambiente

A alteração do Programa Nacional de Políticas de Ordenamento do Território será um dos temas do Conselho de Ministros extraordinário, dedicado ao Ambiente, que decorre hoje, no Convento da Arrábida, concelho de Setúbal.

TIAGO PETINGA

Uma informação do Ministério do Ambiente refere que, nesta reunião, serão aprovados diplomas com o objetivo de responder aos novos desafios que se colocam a Portugal e que ilustram a política do organismo liderado por João Matos Fernandes, a partir de um triângulo que "tem como vértices a descarbonização da sociedade, a economia circular e a valorização do território".

A data do Conselho de Ministros extraordinário foi escolhida tendo em conta o Dia Mundial do Ambiente, assinalado no domingo.

A alteração do Programa Nacional de Políticas de Ordenamento do Território é justificada pelo Ministério do Ambiente com a dinâmica da população, já que o anterior documento, elaborado em 2007, "apresentava pressupostos bastante diferentes da atual evolução demográfica nacional", com as alterações climáticas e com o sistema urbano.

Nas mudanças do clima, "dará uma atenção especial aos desafios de adaptação dos territórios urbanos às alterações climáticas e ao cumprimento do Acordo de Paris".

No âmbito do Sistema urbano, a aposta do Governo vai para a reabilitação urbana e mobilidade sustentável na política de cidades.

As alterações ao Programa Nacional de Políticas de Ordenamento do Território "visam ainda o reconhecimento da importância dos fenómenos de mudança do território, em antecipação às decisões previstas pelo Governo, de novos poderes e eleição direta das áreas metropolitanas".

Mas, o Ministério do Ambiente também refere "o reforço do papel de coordenação de políticas das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional, a apresentação em 2018 à Assembleia da República do Plano Nacional de Grandes Infraestruturas e o início da discussão de um novo ciclo de apoios comunitários".

Fonte do executivo disse na segunda-feira à agência Lusa que o Conselho de Ministros começará pelas 10:00, com uma foto de família dos membros do Governo, terminando ao início da tarde com uma conferência de imprensa conjunta dos ministros da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, e do Ambiente, João Matos Fernandes.

O dia mundial do ambiente foi assinalado no domingo, mas, por impossibilidade de agenda, o Governo decidiu marcar este dia com um Conselho de Ministros extraordinário numa área ambiental protegida, a Serra da Arrábida.


Lusa

  • Pedrógão e o Governo das culpas dos outros

    Opinião

    Depois das revelações do ‘Expresso’ e do ‘i’, o primeiro-ministro e os ministros saíram à rua com uma estratégia muito bem definida: desmentir a existência de listas secretas e centrar as atenções no Ministério Público. Ao mesmo tempo, nas redes sociais, está em curso (mais) uma campanha contra os jornalistas. Os anónimos, com cartão de militante, que escrevem nessas páginas acusam os jornais das “mais rebuscadas teorias da conspiração”. Nada de novo portanto.

    Bernardo Ferrão

  • "A verdadeira questão são as imagens com que abrimos o Jornal, é um país que está a arder"
    2:52

    Opinião

    A polémica em torno do número de vítimas da tragédia de Pedrógão Grande esteve em análise no Jornal da Noite. Miguel Sousa Tavares diz não compreender "que se faça disto uma questão política" e reitera que o foco deve centrar-se nas imagens de "um país que está a arder". O comentador SIC afirma ainda que "64 mortos num incêndio é um escândalo, um número absurdo".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • Quase mil bombeiros combatem chamas na Sertã
    1:37

    País

    O incêndio que deflagrou no domingo, na Sertã, concelho de Castelo Branco, ainda não foi extinto. Perto de mil homens combatem as chamas no terreno, apoiados por 10 meios aéreos. O fogo tem frentes em Mação e Proença-a-Nova.

  • Proteção Civil acusada de gestão errática no incêndio de Mação
    1:26

    País

    O comandante dos Bombeiros de Constância e o vice-Presidente da Liga dos Bombeiros acusam a Proteção Civil de desviar meios do fogo de Mação, em Santarém, que eram essenciais para travar o incêndio. As chamas desceram da Sertã e acabaram por queimar uma casa de habitação.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12
  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.