sicnot

Perfil

País

Hospital de Faro fica sem serviço de neurocirurgia nos próximos dias

O Hospital de Faro não vai ter serviço de neurocirurgia nos próximos dias, incluindo durante o fim de semana, porque não está nenhuma equipa escalada para o serviço de urgência, disse hoje à Lusa a diretora em gestão daquela especialidade.

Hospital de Faro.

Hospital de Faro.

"É uma situação crítica, e o hospital vai mesmo ficar sem o serviço, porque não há condições para trabalhar", alertou a diretora em gestão do serviço de neurocirurgia do Hospital de Faro, Alexandra Adams.

Na opinião da responsável, o facto de não ter sido acautelada a presença de uma equipa de neurocirurgia nas urgências, "é de particular relevo, numa altura de fim de semana prolongado em que a região do Algarve é um dos destinos turísticos mais procurados do país".

Durante o feriado e fim de semana, o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, acolhe a ronda portuguesa do campeonato do Mundo de resistência de motociclismo, onde participam cerca de 100 pilotos, e onde são aguardados cerca de 50 mil espectadores.

Alexandra Adams, que em março pediu a demissão do cargo de diretora do serviço de neurocirurgia do Hospital de Faro, "por falta de condições para assegurar o serviço", referiu que a "situação se tem agravado, apesar de ser do conhecimento do conselho de administração, da administração Regional de Saúde de Faro e do próprio Ministério da Saúde.

Segundo Alexandra Adams, continuam a faltar anestesistas e um conjunto de circunstâncias para assegurar o serviço, e acusa o conselho de administração do hospital de "não ter tido abertura para ouvir e analisar as soluções que lhe têm sido apresentadas".

A cirurgiã acrescentou que, "além da falta de anestesistas, há uma série de problemas, como a incapacidade para resolver o problema dos doentes que esperam há meses para serem operados, e que se agravaram com a entrada em funções do novo conselho de administração".

A médica desafiou ainda o ministro da Saúde a tomar uma posição e a pronunciar-se sobre os problemas existentes no Hospital de Faro.

A Lusa tentou ouvir a administração do Hospital de Faro, mas não obteve qualquer resposta.

Lusa

  • Mulher queixou-se de agressão e morreu horas depois em Faro
    1:12

    País

    A Polícia Judiciária está a investigar a morte de uma mulher de 37 anos, em Faro. Ana Rodrigues queixou-se de agressão esta manhã e, acabou por morrer horas depois no hospital. A vítima, que sofria de problemas cardíacos, não apresentava lesões exteriores relevantes.

  • Família de doente que morreu após AVC no Hospital de Faro exige explicações
    1:55

    País

    O doente que foi transferido do Centro hospitalar do Algarve para o Hospital de Coimbra na sequência de um AVC morreu esta madrugada. A família diz que Sebastião esteve cinco horas à espera de transporte e exige explicações de várias entidades, nomeadamente do Hospital de São José, que terá recusado receber o doente depois das 20:00.

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • Castigos no Sporting são quatro infrações graves
    0:48

    Desporto

    Além da suspensão do presidente do Sporting por quase quatro meses, sabe-se agora que Bruno de Carvalho e Octávio Machado foram punidos por quatro infrações graves cada um. A informação foi avançada pela presidente da Comissão de Instrutores da Liga de Clubes, Cláudia Viana, em entrevista à SIC, Este é um excerto da entrevista que vai ser transmitida na SIC Notícias às 16:30.

    Exclusivo SIC

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42