sicnot

Perfil

País

Casal filmado em Paredes de Coura indiciado por abuso sexual de menores

O processo do casal filmado a praticar relações sexuais numa praia fluvial em Paredes de Coura na presença de uma criança foi classificado como abuso sexual de menores e entregue ao tribunal de Viana do Castelo.

O vídeo, publicado nas redes sociais, tem cerca de 10 minutos

O vídeo, publicado nas redes sociais, tem cerca de 10 minutos

Segundo fonte judicial hoje contactada pela Lusa, "o inquérito, que envolve dois arguidos, indiciados por abuso sexual de menor, corre no Ministério Público de Viana do Castelo, aguardando-se a conclusão da investigação, a cargo da Polícia Judiciária (PJ) de Braga".

A mesma fonte adiantou que "o casal não será presente a um juiz daquele tribunal, para primeiro interrogatório judicial, uma vez que já foram ouvidos na PJ".

Na terça-feira a PJ informou que "já há arguidos" no processo mas escusou-se, no entanto, a adiantar quem são.

"Já foram ouvidos alguns intervenientes, já foi analisado o vídeo entretanto publicado na internet e a investigação continua, com outras diligências", acrescentou.

A mulher apanhada na gravação vive em Guimarães, sendo a criança que se encontrava no local a sua filha mais nova, de 6 anos.

Contactado pela Lusa, o presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Guimarães, Pedro Ivo Lobo, afirmou apenas que "os interesses das crianças serão sempre salvaguardados dentro do quadro legal, com o envolvimento das entidades competentes".

"De resto, há uma coisa chamada sigilo, que pode dar direito a um processo-crime a quem não a respeitar", acrescentou.

Alguma imprensa avançou que a criança foi retirada à mãe, mas Pedro Ivo Lobo escusou-se a confirmar ou desmentir essa informação.

De acordo com fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, "o caso ocorreu no sábado, na praia fluvial do Taboão, em plena luz do dia e foi filmado por populares que divulgaram o vídeo das redes sociais".

Segundo aquela fonte, "o caso foi participado à GNR por uma pessoa de Sines que viu o vídeo nas redes sociais e ligou para o posto de Paredes de Coura".

"Comprovada a veracidade dos factos denunciados", e pelo facto de "conterem matéria criminal, a GNR levantou o auto de notícia e participou o caso à PJ, por envolver uma menor e por o vídeo ter sido divulgado na internet", adiantou à Lusa aquela fonte.

As imagens têm suscitado polémica nas redes sociais, pelo facto de a criança estar junto ao casal enquanto este, alegadamente, praticava relações sexuais.

Fonte da PJ disse que os autores do vídeo e da sua publicação na Internet, por sua vez, poderão ter de responder por crimes de devassa da vida privada e de gravações ou fotografias ilícitas.


Lusa

  • Passos elogia escolha de Paulo Macedo mas diz que não é suficiente
    1:47

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho diz que Paulo Macedo é competente para liderar os destinos da Caixa Geral de Depósitos, mas que a nomeação do antigo ministro não é suficiente para passar uma esponja sobre o assunto. Em Viseu, o líder do PSD não quis ainda avançar com um nome para a Câmara de Lisboa, depois de Santana Lopes afastar a hipótese de se candidatar.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.