sicnot

Perfil

País

Militares da GNR dizem-se abandonados pela tutela e pedem solução para problemas

A Associação Nacional de Guardas (ANAG/GNR) diz que os militares da GNR se sentem abandonados pela tutela, e acusa o Ministério da Administração Interna (MAI) de ainda não ter solucionado "um único problema" desta força de segurança.

(SIC/ Arquivo)

Os militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), reunidos na ANAG, lamentaram hoje, em comunicado, que apenas se tenham reunido com a atual ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, em dezembro passado, para uma sessão de apresentação de cumprimentos.

"A ANAG aguarda há meses uma reunião de trabalho com a governante para resolver o memorando reivindicativo já entregue no MAI, no qual estão expostas as questões mais iminentes e que já transitaram do governo anterior. A ANAG alerta para a necessidade urgente em desbloquear a passagem à reserva de milhares de militares que já reúnem as condições devidas -- 36 anos de serviço - e que têm os seus pedidos indeferidos, alegadamente por falta de efetivo", lê-se no documento.

De acordo com a associação que representa os militares da GNR, continua por aplicar o decreto-lei que regula o regime transitório de passagem à reserva e à reforma, tendo a ANAG já solicitado uma reunião ao ministro da Segurança Social, António Vieira da Silva, que tutela a Caixa Geral de Aposentações.

Entre as reivindicações da GNR, já entregues ao MAI, estão a alteração ao Estatuto da GNR, atualizações salariais, progressões na carreira, horários e contribuições para o subsistema de saúde dos militares, entre outras matérias.

"A ANAG continua aberta ao diálogo a bem da resolução dos problemas, mas também não pode deixar de reagir ao crescente desespero dos militares", conclui o comunicado.

Lusa

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • "O futuro da Autoeuropa não está em causa"
    0:43

    Economia

    O secretário de Estado do Trabalho apelou a que os partidos não se intrometam nas negociações entre os trabalhadores e a administração da Autoeuropa. Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, Miguel Cabrita afastou a hipótese de estar em causa o encerramento da fábrica de Palmela. 

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28