sicnot

Perfil

País

Veículos elétricos do Estado poupam 11 toneladas de CO2

Os 30 veículos elétricos do Estado evitaram a emissão de 11 toneladas de dióxido de carbono (CO2) ao fazerem mais de 100.000 quilómetros em cerca de 20.000 viagens realizadas essencialmente em meio urbano, indicou hoje o Ministério do Ambiente.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente adianta que "a utilização destes veículos elétricos apresentou um custo médio de 0,03 euros por quilómetro, conduzindo a uma poupança acumulada superior a 6.000 euros, valores que evidenciam as vantagens associadas à mobilidade elétrica".

Os 30 veículos elétricos estão em circulação desde outubro de 2015 e fazem parte da fase piloto do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública (AP), que envolve 12 entidades da administração direta do Estado e institutos públicos dos ministérios das Finanças e do Ambiente.

Segundo o Ministério do Ambiente, os indicadores de acompanhamento do programa são retirados do sistema de monitorização do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP, que contabiliza a redução efetiva de emissões, poupanças e os custos associados à mobilidade elétrica, além de um conjunto de indicadores sobre a mobilidade no Estado e o desempenho dos veículos elétricos.

O Ministério avança também que este sistema "constitui uma ferramenta que apoia a gestão da mobilidade e a sensibilização dos condutores para uma condução ecológica".

O Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP visa a aquisição progressiva de 1.200 veículos elétricos para o Parque de Veículos do Estado (PVE), com vista à renovação da frota de veículos com mais de 10 anos.

O Ministério do Ambiente adianta que o programa tem como objetivo promover a descarbonização e a melhoria do desempenho ambiental do PVE, promover a mobilidade elétrica e contribuir para a redução dos custos da frota do estado.

O Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP enquadra-se no ECO.mob - Programa para a Mobilidade Sustentável na AP - e é financiado pelo Fundo Português de Carbono.


Lusa

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".