sicnot

Perfil

País

Veículos elétricos do Estado poupam 11 toneladas de CO2

Os 30 veículos elétricos do Estado evitaram a emissão de 11 toneladas de dióxido de carbono (CO2) ao fazerem mais de 100.000 quilómetros em cerca de 20.000 viagens realizadas essencialmente em meio urbano, indicou hoje o Ministério do Ambiente.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente adianta que "a utilização destes veículos elétricos apresentou um custo médio de 0,03 euros por quilómetro, conduzindo a uma poupança acumulada superior a 6.000 euros, valores que evidenciam as vantagens associadas à mobilidade elétrica".

Os 30 veículos elétricos estão em circulação desde outubro de 2015 e fazem parte da fase piloto do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na Administração Pública (AP), que envolve 12 entidades da administração direta do Estado e institutos públicos dos ministérios das Finanças e do Ambiente.

Segundo o Ministério do Ambiente, os indicadores de acompanhamento do programa são retirados do sistema de monitorização do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP, que contabiliza a redução efetiva de emissões, poupanças e os custos associados à mobilidade elétrica, além de um conjunto de indicadores sobre a mobilidade no Estado e o desempenho dos veículos elétricos.

O Ministério avança também que este sistema "constitui uma ferramenta que apoia a gestão da mobilidade e a sensibilização dos condutores para uma condução ecológica".

O Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP visa a aquisição progressiva de 1.200 veículos elétricos para o Parque de Veículos do Estado (PVE), com vista à renovação da frota de veículos com mais de 10 anos.

O Ministério do Ambiente adianta que o programa tem como objetivo promover a descarbonização e a melhoria do desempenho ambiental do PVE, promover a mobilidade elétrica e contribuir para a redução dos custos da frota do estado.

O Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica na AP enquadra-se no ECO.mob - Programa para a Mobilidade Sustentável na AP - e é financiado pelo Fundo Português de Carbono.


Lusa

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.