sicnot

Perfil

País

Vacina contra meningite B gratuita para crianças com défice de imunidade

A vacina contra a meningite B, cuja inclusão no Programa Nacional de Vacinação (PNV) está a ser avaliada, vai ser administrada gratuitamente a crianças que, por razões clínicas, têm défices de imunidade, anunciou a coordenadora deste programa.

(Arquivo)

(Arquivo)

A medida de exceção foi anunciada em entrevista à agência Lusa pela subdiretora geral da Saúde, Graça Freitas, para quem esta iniciativa visa proteger um grupo de crianças muito doentes.

Para tal, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) vai adquirir vacinas que estarão em breve disponíveis nos serviços de pediatria ou nos postos de vacinação e que serão administradas mediante prescrição médica.

Esta vacina protege contra a meningite B, não é comparticipada e cada dose das duas, três ou quatro necessárias (dependendo da idade da criança) custa perto de 100 euros, mas será gratuita para estas crianças.

A população que irá receber a vacina através do SNS é composta por crianças com quadros clínicos complicados, como as que sofrem de asplenia (ausência de baço) anatómica ou funcional.

Pelas suas doenças de base, estas crianças estão em risco de ter uma meningite mais complicada do que uma criança saudável, explicou Graça Freitas, responsável pelo PNV.

Sobre a inclusão desta vacina no PNV, a especialista em doenças transmissíveis disse que continuam a ser estudadas as vantagens, face à epidemiologia da doença em Portugal, uma vez que "os meningogocos que circulam na Europa não são todos iguais".

Lusa

  • Vacina contra HPV mais eficaz e mais cedo no novo Programa Nacional

    País

    Uma nova e mais abrangente vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV), com uma eficácia superior a 90 por cento contra o cancro do colo do útero, vai ser administrada às raparigas mais cedo, aos 10 anos. De acordo com a subdiretora geral da Saúde, Graça Freitas, esta é uma das várias novidades do novo Programa Nacional de Vacinação (PNV), que entra em vigor a 1 de janeiro de 2017.

  • Governo recomenda retirada de livros polémicos da Porto Editora

    País

    A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, "por orientação do ministro adjunto", recomendou hoje à Porto Editora a retirada do mercado dos blocos de atividades que fazem distinção entre rapazes e raparigas. O organismo considera que podem estar em causa a "diferenciação e desvalorização do papel das raparigas no espaço público e dos rapazes no espaço privado".

    Ricardo Rosa

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13
  • Criança irrequieta domina noticiário britânico
    1:19