sicnot

Perfil

País

CPCJ vai acompanhar de perto família da mãe que atirou filho ao rio

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Barcelos vai acompanhar "de perto" a situação da família do menino de seis anos, que foi lançado ao rio pela mãe, disse hoje à agência Lusa a presidente daquele organismo.

HUGO DELGADO

Anabela Pimenta adiantou que aquela mãe tem um outro filho, de dois anos, cuja situação será alvo de acompanhamento "atento", por parte da CPCJ. Disse ainda que aquela família "não estava sinalizada".

"A situação da criança [de dois anos] está, por agora, salvaguardada, junto da família alargada", acrescentou.

Uma mulher de 37 anos atirou-se na sexta-feira da ponte de Rio Covo, Santa Eugénia, em Barcelos, com um filho ao colo.

Pouco depois, a mulher foi resgatada da água por um popular, que, para o efeito, utilizou o seu barco.

Foi transportada para o Hospital de Braga, onde se encontra "estável" e continua sob vigilância clínica.

O menino morreu, tendo o corpo sido resgatado, hoje, do rio.

Alguma imprensa refere hoje que a mãe já teria tentado, há cerca de uma semana, um suicídio com os dois filhos, na ponte medieval de Barcelos.

A presidente da comissão, Anabela Pimenta, disse à agência Lusa que a CPCJ "não teve conhecimento" dessa suposta tentativa.

Na sexta-feira, o Ministério Público (MP) adiantou que, em relação à criança que morreu, não estava pendente ou arquivado qualquer processo de natureza tutelar cível ou de promoção e protecção, quer no tribunal, quer na CPCJ de Barcelos.

O Ministério Público já determinou a abertura de um inquérito, estando a mulher indiciada por um crime de homicídio qualificado.

Lusa

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.