sicnot

Perfil

País

Motociclistas desafiam automobilistas a trazer para discussão pública a questão das inspeções

Motociclistas desafiam automobilistas a trazer para discussão pública a questão das inspeções

No final da manifestação, o presidente do Grupo de Ação de Motociclistas - que organizou o protesto - deixou o repto aos automobilistas para que tragam para a discussão pública a questão das inspeções. António Manuel disse também que não ficou admirado pela forte adesão em Lisboa.

  • Inspeções periódicas às motas com cilindrada superior a 250cc deverão entrar em vigor em outubro
    0:53

    País

    Os motociclistas manifestaram-se, este domingo, em cinco cidades do país: Porto, Castelo Branco, Faro, Funchal e Lisboa. Em causa está a intenção do Governo em alargar a inspeção obrigatória a motos com cilindrada superior a 250 centímetros cúbicos, uma medida que poderá entrar em vigor no próximo mês de outubro. Segundo o manifesto, os motociclistas não estão contra as inspeções, mas consideram que o objetivo é apenas económico. Em Lisboa, a ação terminou junto ao Parlamento, onde foi entregue um manifesto a pedir apoio aos deputados. António Manuel, presidente do Grupo de Ação de Motociclistas, diz que a lei das inspeções obrigatórias deveria trazer mais-valias ao motociclismo e que não se justifica o investimento.

  • Motociclistas manifestam-se hoje contra alargamento das inspeções obrigatórias
    0:58

    País

    Os motociclistas vão manifestar-se esta tarde em cinco cidades do país, contra o alargamento das inspeções periódicas obrigatórias às motos. No Parlamento vai ser entregue um manifesto a pedir apoio aos deputados. Os motociclistas dizem que a medida vai retirar da estrada todas as motos personalizadas ou alteradas. A manifestação, organizada pelo Grupo de Ação Motociclista, vai realizar-se no Porto, Castelo Branco, Faro, Funchal e Lisboa.

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • "Foi um golpe muito forte"
    1:41
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • SIC acompanhou Francisco George no último dia como diretor-geral da Saúde
    6:20