sicnot

Perfil

País

PCP garante que não há regulamentação aprovada sobre as inspeções aos motociclos

PCP garante que não há regulamentação aprovada sobre as inspeções aos motociclos

Em Lisboa, os motociclistas terminaram o protesto junto à Assembleia da República para onde remeteram um manifesto contra as inspeções periódicas. No final, o deputado do PCP, Miguel Tiago, que é também motociclista, disse que de facto nada está aprovado ou decidido no parlamento.

  • Inspeções periódicas às motas com cilindrada superior a 250cc deverão entrar em vigor em outubro
    0:53

    País

    Os motociclistas manifestaram-se, este domingo, em cinco cidades do país: Porto, Castelo Branco, Faro, Funchal e Lisboa. Em causa está a intenção do Governo em alargar a inspeção obrigatória a motos com cilindrada superior a 250 centímetros cúbicos, uma medida que poderá entrar em vigor no próximo mês de outubro. Segundo o manifesto, os motociclistas não estão contra as inspeções, mas consideram que o objetivo é apenas económico. Em Lisboa, a ação terminou junto ao Parlamento, onde foi entregue um manifesto a pedir apoio aos deputados. António Manuel, presidente do Grupo de Ação de Motociclistas, diz que a lei das inspeções obrigatórias deveria trazer mais-valias ao motociclismo e que não se justifica o investimento.

  • Motociclistas manifestam-se hoje contra alargamento das inspeções obrigatórias
    0:58

    País

    Os motociclistas vão manifestar-se esta tarde em cinco cidades do país, contra o alargamento das inspeções periódicas obrigatórias às motos. No Parlamento vai ser entregue um manifesto a pedir apoio aos deputados. Os motociclistas dizem que a medida vai retirar da estrada todas as motos personalizadas ou alteradas. A manifestação, organizada pelo Grupo de Ação Motociclista, vai realizar-se no Porto, Castelo Branco, Faro, Funchal e Lisboa.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10