sicnot

Perfil

País

Distrital do PSD/Porto demite-se e marca eleições para 23 de julho

Os órgãos distritais do Porto do Partido Social Democrata decidiram hoje demitir-se, convocando novas eleições para 23 de julho, refere um comunicado da distrital.

"Os órgãos distritais decidiram demitir-se e convocarem eleições para o dia 23 de julho, de acordo com os prazos estatutários", indica comunicado assinado pelo presidente da mesa da assembleia distrital do PSD, Sérgio Humberto, pelo presidente da comissão política da distrital, Virgílio Macedo, e pelo presidente do conselho de jurisdição distrital, Adriano Rafael Moreira.

O comunicado foi enviado no decorrer da assembleia distrital dos sociais-democratas do Porto, que ainda decorria às 10:30.

A distrital considera ser "do interesse" do PSD que, em setembro, "exista em funções uma Comissão Política Distrital com mandato que garanta a cobertura integral do calendário autárquico de 2017".

Informa ter tido conhecimento, por parte da Comissão Coordenadora Nacional do Processo Autárquico, que o cronograma das Eleições Autárquicas de 2017 prevê a aprovação de candidaturas por parte da Comissão Política Nacional a partir do início do quarto trimestre do corrente ano.

"De acordo com os Estatutos, as candidaturas a serem enviadas para homologação por parte da Comissão Politica Nacional carecem de aprovação prévia por parte da Comissão Política Distrital, o que poderá ocorrer durante o mês de setembro", assinala.

Nas últimas semanas foi divulgada uma carta assinada por vários militantes do PSD que pediam a antecipação das eleições da comissão política distrital liderada por Virgílio Ferreira.

"O que nós fizemos com essa carta foi chamar a atenção de que o ano de 2017 é muito importante e seria importante que a comissão política tivesse um mandato devidamente legitimado, uma vez que Virgílio Macedo, em termos estatutários, não terá a possibilidade de se recandidatar", explicou no início de junho António Tavares, provedor da Santa Casa da Misericórdia e um dos subscritores.

Também o líder da concelhia do PSD do Porto, Miguel Seabra, disse então ter a "garantia pessoal" do presidente da distrital de que iria fazer a marcação das eleições "durante o corrente ano".

Lusa

  • Rui Rio confessa-se triste com críticas do PSD sobre ausência no congresso
    1:12

    País

    O ex-presidente da Câmara Municipal do Porto e antigo secretário-geral do PSD, Rui Rio, manifestou-se triste com as críticas de algumas figuras do partido sobre a sua ausência no congresso do passado fim de semana. Num artigo publicado no Jornal de Notícias, Rui Rio, lamentou que esta situação se tenha tornado "um tema central".

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC