sicnot

Perfil

País

Incêndio em prédio de Paço de Arcos faz sete feridos ligeiros

Incêndio em prédio de Paço de Arcos faz sete feridos ligeiros

Um incêndio na cave de um prédio em Paço de Arcos fez esta noite sete feridos ligeiros devido à inalação de fumo e obrigando à evacuação do edifício. As causas do fogo ainda são desconhecidas mas os moradores relatam que ouviram uma forte explosão. Apenas a moradora da cave onde deflagrou o incêndio sofreu queimaduras numa perna, acabando por ser assistida no hospital. O incêndio foi extinto perto das onze da noite, provocando apenas danos na cave.

  • Autoridades suspeitam de fogo posto em prédio de habitação em Faro
    1:28

    País

    Um prédio de habitação foi esta manhã evacuado em Faro devido a um incêndio na entrada do edifício. Nove pessoas, incluindo uma criança, tiveram que ter cuidados médicos devido à inalação de fumos. Esta foi a terceira ocorrência no espaço de quatro dias, o que leva as autoridades a suspeitar de fogo posto. A SIC falou com José Valente, comandante dos Bombeiros Sapadores de Faro.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.