sicnot

Perfil

País

Testemunhas em processos por multas de trânsito vão ser ouvidas por videoconferência

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) apresenta hoje o sistema de videoconferência para audição de testemunhas, em processos de contraordenação, o que vai permitir diminuir os tempos de decisão das multas de trânsito.

(Lusa/Arquivo)

(Lusa/Arquivo)

ANTONIO COTRIM

Fonte da ANSR disse à agência Lusa que este sistema visa a interligação dos 18 distritos e a ANSR, através de um sistema de videoconferência, incluindo a capacidade de gravação áudio e vídeo, e a sua integração com o Sistema de Gestão de Autos de Contraordenação (SIGA).

Nos 18 comandos distritais da Polícia de Segurança Pública (PSP) vão ser instalados sistemas de videoconferência que vão possibilitar às testemunhas, ouvidas no âmbito de processos de contraordenação, entrar em contacto com os juristas que estão na ANSR, explicou.

Atualmente, e com a extinção dos governos civis, os inquéritos são feitos pela GNR.

A mesma fonte adiantou que a criação do sistema de videoconferência tem por objetivo diminuir os tempos de decisão do processo de contraordenação, poupar meios humanos da GNR afetos a este processo, e evitar prescrições de multas por não audição de testemunhas.

Segundo a Segurança Rodoviária, o sistema de videoconferência, que vai permitir a desmaterialização do processo de audição de testemunhas, terá evidentes ganhos ao nível da eficiência da tramitação do processo contraordenacional, contribuindo para a celeridade na instrução do processo e, consequentemente, para a diminuição entre a data da prática da infração e a decisão administrativa.

A videoconferência para audição de testemunhas entra hoje em funcionamento, no comando distrital da PSP de Bragança, e estará operacional em todo o país dentro de dois meses.

A apresentação do sistema de videoconferência vai realizar-se hoje, no comando distrital da PSP de Bragança, numa sessão presidida pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

Lusa

  • Processamento de multas de trânsito esteve meio ano parado

    País

    O processamento das multas de trânsito esteve suspenso durante 6 meses. De acordo com o Jornal de Notícias, entre julho e dezembro do ano passado os autos processados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) não avançaram. Em causa, de acordo com o Ministério da Administração Interna, o fim do contrato com a empresa que efetuava os registos das multas.

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.