sicnot

Perfil

País

Alargamento da TDT prevê mais quatro canais

O ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, afirmou hoje que o alargamento da oferta na televisão digital terrestre (TDT) prevê mais quatro canais, dois públicos e dois para o setor privado.

"Estamos a pensar, como é sabido, alargar a televisão digital terrestre a mais dois canais para o setor público e dois canais que serão atribuídos depois", mas que "estarão abertos obviamente aos privados", afirmou o governante na comissão parlametnar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

Ou seja, no total serão mais quatro canais para a TDT, plataforma que é gerida pela Meo, da PT Portugal, e que atualmente disponibiliza em sinal gratuito a RTP1, RTP2, SIC, TVI e o canal Parlamento.

Castro Mendes respondia a uma questão do deputado do PSD, Pedro Pimpão, que questionou o ministro da Cultura, que tem a tutela da comunicação social, sobre o que estava previsto para este setor nos próximos tempos, tendo em conta a crise que atravessa.

"Na comunicação social, este Governo já alargou as verbas da Lusa de maneira" a que a agência de notícias "pudesse respirar e ganhar o seu papel importante de circulação das notícias entre os países de língua portuguesa" e também de dar notícias ao resto do mundo destes países, disse.

O governante reiterou a "vantagem" da Lusa relativamente a outras agências de notícias internacionais, nomeadamente no que respeita aos países africanos.

"Consideramos que a RTP tem uma boa administração", continuou o governante, salientando que a atual administração foi herdada do Executivo anterior.

"Estamos satisfeitos com os projetos que foram apresentados", acrescentou.

"Respeitamos e temos muita atenção às dificuldades da comunicação social, é um setor que está exposto ao grande desafio da digitalização e todas as empresas têm de saber responder a este desafio", disse.

Lusa

  • Conselho Geral Independente da RTP favorável ao aumento da oferta dos privados na TDT
    0:30

    País

    O Conselho Geral Independente da RTP mostrou-se hoje favorável ao aumento da oferta dos canais privados na Televisão Digital Terrestre e não apenas da televisão pública. No Parlamento, António Feijó, presidente do órgão que supervisiona as obrigações de serviço público, disse ter "absoluta hospitalidade" em relação aos operadores privados e defende que a inclusão de mais canais da SIC e da TVI na TDT pode favorecer o pluralismo.

  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Duas pessoas alvejadas devido a disputa de linha de água em Cabeceiras de Basto
    1:23

    País

    Duas pessoas foram alvejadas por causa de uma disputa de uma linha de água, esta terça-feira, em Cabeceiras de Basto. O suspeito escondeu-se num barracão, mas acabou por ser detido pela GNR. As vítimas sofreram ferimentos ligeiros no braço e no peito. O tenente André Rodrigues, do Comando de Braga, revelou que os disparos foram feitos com uma caçadeira.

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Participante no incidente em Charlottesville teme pela vida
    1:43

    Mundo

    Um dos participantes nos incidentes em Charlottesville e membro de um grupo de extrema-direita supremacista teme vir a ser detido ou até morto, pelas declarações que fez durante uma reportagem da Vice News, que se tornou viral nas redes sociais.