sicnot

Perfil

País

Governo acaba com programa de combate ao abandono escolar no ensino superior

O Governo acabou com o Programa Retomar, de combate ao abandono escolar no ensino superior, por considerar que "foi mal desenhado" e "tinha um estigma social" associado, informou hoje à Lusa o ministro da tutela, Manuel Heitor.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

"O programa acabou", disse o ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, Manuel Heitor, alegando que a iniciativa, criada pelo primeiro governo PSD-CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho, "foi mal desenhada, tinha um estigma social que não faz sentido".

"Exigia que os estudantes tivessem o registo de 'abandonado'. Ninguém se regista como abandonado, as pessoas deixam de ir ao ensino superior", defendeu à Lusa, no final de uma audição regimental na comissão parlamentar de Educação e Ciência, para apreciação da política geral do ministério.

Manuel Heitor sustentou também que o programa "não estava devidamente orçamentado" e, por isso, "não funcionou", teve "cento e poucas candidaturas".

"Foi uma experiência, mas falhou", apontou, sublinhado que o ministério pretende "incentivar a ação social", o apoio à frequência do ensino superior por parte de estudantes economicamente mais carenciados.

O Programa Retomar, cujo regulamento foi aprovado em 2014, previa a atribuição de um apoio financeiro a pessoas que queriam regressar ao ensino superior depois de terem abandonado o ciclo de estudos.

Lusa

  • Governo estuda possibilidade de politécnicos atribuírem doutoramentos
    1:37

    País

    O Governo está a avaliar a possibilidade de os politécnicos passarem a atribuir doutoramentos. A proposta do Ministério da Ciência e Ensino Superior passa por criar cursos com uma forte componente profissional e tecnológica.Apenas os politécnicos de Lisboa, Porto, Coimbra e Leiria terão condições para atribuir o grau de doutoramento.

  • Passos começou a fazer oposição

    Bernardo Ferrão

    É inegável a habilidade política de António Costa mas no caso da TSU e do acordo de Concertação Social só cai quem quer. A verdade dos factos é que o primeiro-ministro fechou um acordo sabendo que não o podia cumprir. E agora tenta desviar-nos o olhar para o PSD, como se fosse ele o culpado, quando o problema está na geringonça. Antes de atacar Passos, Costa devia resolver os problemas em casa com o PCP e BE.

    Bernardo Ferrão

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.