sicnot

Perfil

País

Governo acaba com programa de combate ao abandono escolar no ensino superior

O Governo acabou com o Programa Retomar, de combate ao abandono escolar no ensino superior, por considerar que "foi mal desenhado" e "tinha um estigma social" associado, informou hoje à Lusa o ministro da tutela, Manuel Heitor.

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

"O programa acabou", disse o ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, Manuel Heitor, alegando que a iniciativa, criada pelo primeiro governo PSD-CDS-PP liderado por Pedro Passos Coelho, "foi mal desenhada, tinha um estigma social que não faz sentido".

"Exigia que os estudantes tivessem o registo de 'abandonado'. Ninguém se regista como abandonado, as pessoas deixam de ir ao ensino superior", defendeu à Lusa, no final de uma audição regimental na comissão parlamentar de Educação e Ciência, para apreciação da política geral do ministério.

Manuel Heitor sustentou também que o programa "não estava devidamente orçamentado" e, por isso, "não funcionou", teve "cento e poucas candidaturas".

"Foi uma experiência, mas falhou", apontou, sublinhado que o ministério pretende "incentivar a ação social", o apoio à frequência do ensino superior por parte de estudantes economicamente mais carenciados.

O Programa Retomar, cujo regulamento foi aprovado em 2014, previa a atribuição de um apoio financeiro a pessoas que queriam regressar ao ensino superior depois de terem abandonado o ciclo de estudos.

Lusa

  • Governo estuda possibilidade de politécnicos atribuírem doutoramentos
    1:37

    País

    O Governo está a avaliar a possibilidade de os politécnicos passarem a atribuir doutoramentos. A proposta do Ministério da Ciência e Ensino Superior passa por criar cursos com uma forte componente profissional e tecnológica.Apenas os politécnicos de Lisboa, Porto, Coimbra e Leiria terão condições para atribuir o grau de doutoramento.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.