sicnot

Perfil

País

Autarca de Estremoz recorre de pena suspensa de prisão e perda de mandato

O presidente da Câmara de Estremoz vai recorrer de uma sentença judicial em que foi condenado numa pena suspensa de dois anos e oito meses de prisão e na pena acessória de perda de mandato, divulgou hoje o município.

O processo remonta a janeiro de 2011, quando a Liga dos Amigos do Castelo de Evoramonte (LACE), no concelho de Estremoz, distrito de Évora, apresentou uma queixa-crime contra o presidente do município, Luís Mourinha (depois reeleito nas autárquicas de 2013 por um movimento independente), devido ao alegado corte de um subsídio em 2010.

Em causa, segundo o município, está "o não pagamento, à LACE, de uma tranche de cerca de 1.800 euros, relativa a um subsídio de apoio a atividades em 2010".

Contactado hoje pela agência Lusa, o presidente da LACE, Eduardo Basso, disse que "foi feita justiça" com a sentença proferida, na segunda-feira, após julgamento, pela Instância Local de Estremoz da Comarca de Évora.

"A sentença cumpre inteiramente os objetivos da LACE, que pretendia, com a queixa-crime apresentada, a reposição da legalidade e a reparação de uma injustiça", disse Eduardo Basso, frisando que "ficou provado que a associação foi prejudicada" com a "decisão ilegal" do presidente da câmara de "cortar os apoios financeiros e logísticos".

Por outro lado, referiu, "foi reconhecida pelo tribunal a importância e a notoriedade das atividades desenvolvidas pela LACE, enquanto teve apoios", nomeadamente na promoção do castelo de Evoramonte.

Segundo Eduardo Basso, o autarca foi também "condenado a indemnizar a LACE no valor dos subsídios cortados em 2010", a título de danos materiais, além de ter definido uma indemnização por danos não patrimoniais, no valor de 4.500 euros.

Citado num comunicado do município, Luís Mourinha reitera que "o não pagamento" da tranche do subsídio se prendeu "com o facto de as verbas atribuídas e pagas em 2009 a tal entidade não terem sido aplicadas aos fins candidatados pela mesma, conforme dispõe o Regulamento Municipal do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Cultural, tal como impõem as boas regras de controlo da aplicação de dinheiros públicos".

Apesar de "este entendimento não ter sido seguido pelo tribunal", refere a autarquia, "o mesmo mantém plena atualidade, pelo que se traduzirá num dos fundamentos de recurso".

No comunicado, a Câmara de Estremoz refere que Luís Mourinha vai recorrer "no prazo legal", ficando "suspensos os efeitos decorrentes" da sentença.

Antes, o autarca tinha sido absolvido pela Instância Judicial de Estremoz neste processo, o qual foi mandado arquivar pelo Tribunal de Instrução Criminal de Évora.

No entanto, segundo a autarquia, em sede de recurso interposto para o Tribunal da Relação de Évora, foi ordenado o reenvio do processo, "por meras questões formais", ao Tribunal de Estremoz, tendo sido no seguimento desta nova apreciação judicial que surgiu a condenação desta segunda-feira.

Lusa

  • Habitantes de Almeida barricaram-se durante seis horas em agência da CGD
    2:31

    País

    Perto de 100 pessoas estiveram esta quarta-feira barricadas na agência da Caixa Geral de Depósitos em Almeida, distrito da Guarda. O protesto contra o encerramento da agência só terminou quase seis horas depois, com a garantia que os autarcas serão recebidos na próxima terça-feira pela Administração do banco público. 

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Trump volta a apelar ao fim do programa nuclear de Pyongyang
    1:43

    Mundo

    Donald Trump voltou a apelar à Coreia do Norte para que abandone o programa nuclear e opte pela via do diálogo. O Presidente dos Estados Unidos chamou à Casa Branca, para uma reunião extraordinária, todos os senadores norte-americanos para serem informados sobre a atual crise com a Coreia do Norte.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Papa apelou à revolução da ternura
    0:52
  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.

  • Diário de John F. Kennedy vendido por 660 mil euros

    Mundo

    Um diário escrito por John F. Kennedy quando jovem, durante uma curta passagem pelo jornalismo, depois da II Guerra Mundial, foi vendido por mais de 700 mil dólares (642 mil euros), informou esta quarta-feira uma casa de leilões.