sicnot

Perfil

País

Governo alarga prazo de consulta pública sobre pesquisa de petróleo em Aljezur

O Governo prolongou até ao dia 3 de agosto o prazo para a consulta pública sobre a pesquisa de petróleo no mar na bacia do Alentejo e próximo da costa de Aljezur.

(Arquivo)

(Arquivo)

Em comunicado, a Direção Geral dos Recursos Marítimos (DGRM) informou hoje que "foi determinada a prorrogação do prazo de consulta pública por mais 30 dias, do pedido de Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional para a sondagem de pesquisa no "deep offshore" da Bacia do Alentejo", pelo consórcio ENI/GALP.

A prorrogação do prazo tinha sido reclamada pela Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP), ao considerar que houve dificuldades na difusão do processo de consulta pública da pesquisa de petróleo no mar, a cerca de 46,5 quilómetros da costa de Aljezur.

A plataforma, que integra associações ambientalistas e pessoas coletivas e individuais, apontou "problemas surgidos na participação das pessoas no processo", nomeadamente devido ao facto de não ter sido publicado em "locais de referência" e apenas num jornal diário e na página da internet da DGRM.

De acordo com a PALP, o processo não foi publicado em locais de referência, como o portal oficial do Governo ou no da Agência Portuguesa do Ambiente, acrescentando que o assunto "tem suscitado um grande interesse da população em obter mais informação".

Por outro lado, alegam que "há uma dificuldade largamente difundida em elaborar o texto de objeção e usar os meios disponíveis para o enviar", seja através de correio eletrónico ou por correio.

"A grande dispersão geográfica do interior e litoral algarvio, torna difícil quer a difusão da consulta pública, quer a recolha da opinião dos moradores, que não têm ou não dominam a internet", destacou a plataforma.

Segundo a PALP, existem muitas pessoas, sobretudo idosos, que têm dificuldades em interpretar o que está escrito no edital, tendo ainda sido registados problemas de receção das respostas via endereço eletrónico, por parte da DGRM.

O consórcio Eni/Galp requereu um Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional (TUPEM) para a realização de sondagens de pesquisa no âmbito do contrato estabelecido com o Estado Português para a concessão de direitos, prospeção, desenvolvimento e produção de petróleo.

A sondagem será efetuada com recurso a um navio de perfuração localizado a 46,5 quilómetros relativamente ao ponto mais próximo do litoral continental (zona de Aljezur), a uma profundidade aproximada de 1.070 metros.

O processo de consulta pública iniciou-se a 31 de maio, com a duração de 15 dias e terminou no dia 22 de junho.


Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC