sicnot

Perfil

País

Mais espaço e mais festa nos 40 anos da "Festa do Avante"

A organização da "Festa do Avante!", organizada pelo Partido Comunista Português (PCP), anunciou o cartaz da edição deste ano, que contará com mais espaço e promete "mais festa".

JOSE SENA GOULAO

"Mais espaço, mais festa" é precisamente um dos motes da edição deste ano da "Festa do Avante!", que decorrerá pela 40.ª vez numa edição marcada pela incorporação no seu espaço da Quinta do Cabo, lado a lado da Quinta da Atalaia (concelho do Seixal), onde decorre o evento.

A edição deste ano foi hoje apresentada em Lisboa por Ruben de Carvalho, membro do Comité Central do PCP, e o cartaz integra artistas de vários géneros: dos Xutos & Pontapés aos UHF, passando pelo espetáculo Juntos (que une Sérgio Godinho a Jorge Palma) e com passagem também no fado, com concertos agendados de nomes como Ana Moura, Kátia Guerreiro ou Cristina Branco.

Diabo na Cruz, Carlão (com Sam the Kid e Sara Tavares), Dillaz, Jáfumega, Miss Lava, Fast Eddie Nelson, Peste & Sida e Marta Ren são alguns outros nomes confirmados no evento.

Para além da música, a "Festa do Avante" integrará também espetáculos teatrais, uma "atenção especial para as crianças" com várias atividades e espaços, uma área ligada à ciência, e artes plásticas, desporto e gastronomia integrarão também a festa, que se dirige, sustenta Ruben Carvalho, a "gente de todas as idades".

A festa realiza-se dias 2, 3 e 4 de setembro, e a edição de hoje do jornal Avante!, órgão oficial do PCP, consiste numa edição especial ligada à festa.

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Chef russo aconselha bife tártaro aos jogadores portugueses
    1:29
  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.