sicnot

Perfil

País

Mais espaço e mais festa nos 40 anos da "Festa do Avante"

A organização da "Festa do Avante!", organizada pelo Partido Comunista Português (PCP), anunciou o cartaz da edição deste ano, que contará com mais espaço e promete "mais festa".

JOSE SENA GOULAO

"Mais espaço, mais festa" é precisamente um dos motes da edição deste ano da "Festa do Avante!", que decorrerá pela 40.ª vez numa edição marcada pela incorporação no seu espaço da Quinta do Cabo, lado a lado da Quinta da Atalaia (concelho do Seixal), onde decorre o evento.

A edição deste ano foi hoje apresentada em Lisboa por Ruben de Carvalho, membro do Comité Central do PCP, e o cartaz integra artistas de vários géneros: dos Xutos & Pontapés aos UHF, passando pelo espetáculo Juntos (que une Sérgio Godinho a Jorge Palma) e com passagem também no fado, com concertos agendados de nomes como Ana Moura, Kátia Guerreiro ou Cristina Branco.

Diabo na Cruz, Carlão (com Sam the Kid e Sara Tavares), Dillaz, Jáfumega, Miss Lava, Fast Eddie Nelson, Peste & Sida e Marta Ren são alguns outros nomes confirmados no evento.

Para além da música, a "Festa do Avante" integrará também espetáculos teatrais, uma "atenção especial para as crianças" com várias atividades e espaços, uma área ligada à ciência, e artes plásticas, desporto e gastronomia integrarão também a festa, que se dirige, sustenta Ruben Carvalho, a "gente de todas as idades".

A festa realiza-se dias 2, 3 e 4 de setembro, e a edição de hoje do jornal Avante!, órgão oficial do PCP, consiste numa edição especial ligada à festa.

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.