sicnot

Perfil

País

Marcelo condecora Ramalho Eanes com Grande-colar da Ordem do Infante D. Henrique

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai condecorar na segunda-feira o general Ramalho Eanes com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique no âmbito das comemorações do 40º aniversário das primeiras eleições presidenciais em democracia.

NUNO VEIGA

Em comunicado, a Presidência informa que a cerimónia pública de condecoração vai decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian, na segunda-feira, a partir das 10:00.

A Ordem do Infante D. Henrique visa distinguir pessoas que prestaram serviços relevantes a Portugal, no país e no estrangeiro, assim como serviços na expansão da cultura portuguesa ou para conhecimento de Portugal, da sua história e valores.

O Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique é o mais alto grau da Ordem e é concedido pelo Presidente da República a chefes de Estado estrangeiros.

O Grande-Colar pode ainda ser concedido pelo Presidente da República a antigos chefes de Estado e a pessoas cujos feitos, de natureza extraordinária e especial relevância para Portugal, os tornem merecedores dessa distinção.

O general Ramalho Eanes foi o 14º Presidente da República e foi eleito a 14 de julho de 1976 à primeira volta com 61,59% dos votos.

A cerimónia de condecoração do general Ramalho Eanes encerra um conjunto de iniciativas promovidas pela Presidência da República para assinalar a efeméride, incluindo encontros com jovens em Évora e Castelo Branco.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    Dia de debate quinzenal na Assembleia da República, que deve ficar marcado pela saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo. Veja aqui em direto e acompanhe a discussão no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Morreu Roger Moore

    Cultura

    O ator britânico Roger Moore, conhecido pelos filmes de James Bond e a série "O Santo", morreu hoje, na Suíça, na sequência de um cancro. Tinha 89 anos.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.