sicnot

Perfil

País

Marcelo condecora Ramalho Eanes com Grande-colar da Ordem do Infante D. Henrique

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai condecorar na segunda-feira o general Ramalho Eanes com o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique no âmbito das comemorações do 40º aniversário das primeiras eleições presidenciais em democracia.

NUNO VEIGA

Em comunicado, a Presidência informa que a cerimónia pública de condecoração vai decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian, na segunda-feira, a partir das 10:00.

A Ordem do Infante D. Henrique visa distinguir pessoas que prestaram serviços relevantes a Portugal, no país e no estrangeiro, assim como serviços na expansão da cultura portuguesa ou para conhecimento de Portugal, da sua história e valores.

O Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique é o mais alto grau da Ordem e é concedido pelo Presidente da República a chefes de Estado estrangeiros.

O Grande-Colar pode ainda ser concedido pelo Presidente da República a antigos chefes de Estado e a pessoas cujos feitos, de natureza extraordinária e especial relevância para Portugal, os tornem merecedores dessa distinção.

O general Ramalho Eanes foi o 14º Presidente da República e foi eleito a 14 de julho de 1976 à primeira volta com 61,59% dos votos.

A cerimónia de condecoração do general Ramalho Eanes encerra um conjunto de iniciativas promovidas pela Presidência da República para assinalar a efeméride, incluindo encontros com jovens em Évora e Castelo Branco.

Lusa

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.