sicnot

Perfil

País

Pólenes em níveis muito elevados em todo o país a partir de amanhã

Os pólenes vão estar em níveis elevados e muito elevados em todas as regiões de Portugal Continental, a partir de sexta-feira e durante uma semana, segundo a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

De acordo com as previsões do boletim polínico semanal, os níveis de pólenes vão estar baixos no Funchal e em Ponta Delgada. (Arquivo)

De acordo com as previsões do boletim polínico semanal, os níveis de pólenes vão estar baixos no Funchal e em Ponta Delgada. (Arquivo)

REUTERS

De acordo com o Boletim Polínico, entre sexta-feira e o dia 30 de junho, os níveis de pólenes vão manter-se em níveis muito elevados em todo o Continente, sendo baixos na Região Autónoma da Madeira e moderados nos Açores.

Na região de Trás-os-Montes e Alto Douro os pólenes vão estar em níveis muito elevados, predominando os pólenes das ervas gramíneas, do castanheiro e da erva parietária.

Na zona do Porto, também com níveis muito elevados, terão predomínio as ervas gramínea, parietária e tanchagem e as dos castanheiros.

Já na Beira Interior o predomínio será de gramíneas, paritária e castanheiros e muito elevados os níveis de pólenes.

Com níveis de pólenes elevados, na região de Lisboa e Setúbal, as previsões apontam para um predomínio das ervas gramíneas e parietária.

No Alentejo, os pólenes estarão em níveis muito elevados, devido às ervas gramíneas.

Na região do Algarve, onde os pólenes terão níveis elevados, predominarão as gramíneas.


Lusa

  • Níveis de pólen cada vez mais elevados

    País

    A produção de pólenes em Portugal está a aumentar e as pessoas mais sensíveis começam a sentir os sintomas cada vez mais cedo, segundo um estudo nacional que avaliou as mudanças registadas nos últimos 12 anos.

  • Rinite alérgica afeta 20 a 30% dos portugueses

    País

    Adelaide Alves esteve, no início de abril, dois dias sem sair de casa, com as janelas fechadas, devido à elevada concentração de pólenes na atmosfera, problema que agrava os sintomas da sua rinite alérgica crónica. À agência Lusa, a reformada, de 82 anos, confessou que a doença respiratória, diagnosticada há mais de duas décadas, lhe causa transtorno, impossibilitando-a de se deslocar à rua nos dias mais secos e ventosos. 

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus