sicnot

Perfil

País

Risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta em todo o continente

O risco de exposição à radiação ultravioleta (UV) é hoje muito alto em todo o continente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O instituto colocou em risco muito alto de exposição à radiação UV as regiões de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu e Vila Real.

Além de todo o território de Portugal continental, o risco de exposição à radiação ultravioleta é igualmente muito elevado em Porto Santo e Angre do Heroísmo.

Santa Cruz (ilha das Flores) e Ponta Delgada estão hoje com risco alto de exposição às radiações UV, enquanto na Horta o risco é moderado.

Nas regiões com níveis muito alto e alto, os especialistas recomendam o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (alto), 8 a 10 (muito alto) e superior a 11 (extremo).

Lusa

  • Risco muito elevado de incêndio em 27 concelhos

    País

    Mais de 20 concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Leiria, Castelo Branco e Santarém estão hoje em risco muito elevado de incêndio, o segundo mais grave, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.