sicnot

Perfil

País

Risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta em todo o continente

O risco de exposição à radiação ultravioleta (UV) é hoje muito alto em todo o continente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O instituto colocou em risco muito alto de exposição à radiação UV as regiões de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu e Vila Real.

Além de todo o território de Portugal continental, o risco de exposição à radiação ultravioleta é igualmente muito elevado em Porto Santo e Angre do Heroísmo.

Santa Cruz (ilha das Flores) e Ponta Delgada estão hoje com risco alto de exposição às radiações UV, enquanto na Horta o risco é moderado.

Nas regiões com níveis muito alto e alto, os especialistas recomendam o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (alto), 8 a 10 (muito alto) e superior a 11 (extremo).

Lusa

  • Risco muito elevado de incêndio em 27 concelhos

    País

    Mais de 20 concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Leiria, Castelo Branco e Santarém estão hoje em risco muito elevado de incêndio, o segundo mais grave, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras