sicnot

Perfil

País

Risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta em todo o continente

O risco de exposição à radiação ultravioleta (UV) é hoje muito alto em todo o continente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

O instituto colocou em risco muito alto de exposição à radiação UV as regiões de Aveiro, Beja, Bragança, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Portalegre, Sagres, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu e Vila Real.

Além de todo o território de Portugal continental, o risco de exposição à radiação ultravioleta é igualmente muito elevado em Porto Santo e Angre do Heroísmo.

Santa Cruz (ilha das Flores) e Ponta Delgada estão hoje com risco alto de exposição às radiações UV, enquanto na Horta o risco é moderado.

Nas regiões com níveis muito alto e alto, os especialistas recomendam o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (alto), 8 a 10 (muito alto) e superior a 11 (extremo).

Lusa

  • Risco muito elevado de incêndio em 27 concelhos

    País

    Mais de 20 concelhos dos distritos de Bragança, Guarda, Leiria, Castelo Branco e Santarém estão hoje em risco muito elevado de incêndio, o segundo mais grave, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

  • Dirigentes do GD Ribeirão acusados de auxílio à emigração ilegal
    1:34

    Desporto

    Oito dirigentes do Grupo Desportivo de Ribeirão, um clube de Vila Nova de Famalicão que fechou as portas em 2015, foram acusados pelo Ministério Público.Em causa, estão suspeitas de auxílio à emigração ilegal ou falsificação de documentos, relacionadas com transferências de jogadores estrangeiros em situação ilegal.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16