sicnot

Perfil

País

GNR deteve 141 pessoas no fim de semana e apreendeu 222 doses de haxixe

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve 141 pessoas em flagrante delito e apreendeu 222 doses de haxixe na sequência de operações de prevenção e combate à criminalidade violenta durante o fim de semana.

(SIC/ Arquivo)

Em comunicado hoje divulgado, a GNR adiantou que durante o fim de semana deteve 141 pessoas em flagrante delito, 82 das quais por condução sob o efeito do álcool, 20 por condução sem habilitação legal, 15 por tráfico de estupefacientes, três por posse de arma proibida, dois por falsificação e um por furto.

A GNR informou também que foram apreendidas 222 doses de haxixe, 33 doses de heroína, nove plantas de canábis, 5,5 gramas de MDMA (ecstasy), quatro armas brancas e uma arma de fogo.

No âmbito do trânsito, a GNR detetou 1.650 infrações, das quais 744 deveram-se a excessos de velocidade, 248 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 86 por falta de inspeção periódica obrigatória e 64 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças.

Das infrações detetadas, 52 estavam relacionadas com tacógrafos, 43 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 27 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

As operações realizaram-se em todo o território nacional com o objetivo de prevenir e combater a criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária, acrescenta a GNR no comunicado


Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.