sicnot

Perfil

País

Mãe em greve de fome entrega queixa crime contra juízas

A mulher que contesta a decisão do tribunal de Cascais de entregar duas filhas ao pai condenado por violência doméstica deu hoje entrada no Tribunal da relação de uma queixa crime contra a juíza e a procuradora responsáveis.

Ana Maxiano acusa as magistradas de abuso de poder, denegação de justiça e exposição ou abandono em relação às duas menores entregues ao pai, um arguido que cumpre uma pena suspensa por violência doméstica.


A mulher diz estar em greve de fome há 13 dias e, na última semana, manifestou-se às portas do palácio de Belém, do Parlamento, do Ministério da Justiça e do Conselho Cuperior da Magistratura e do Ministério Público.


Esta terça feira, vai estar em frente ao Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

  • Mãe em greve de fome pela guarda das filhas
    2:37

    País

    Ana Vilma está de novo em greve de fome depois de ter perdido a guarda das duas filhas para o ex-companheiro condenado por violência doméstica. A mãe está em protesto contra a decisão do Tribunal de Cascais.

  • Mãe continua em greve de fome pela guarda das filhas
    3:40

    País

    A mulher que contesta a decisão do Tribunal de Cascais de entregar duas filhas ao pai, condenado por violência doméstica, mantém a greve de fome e iniciou ontem três dias de protesto. O primeiro foi à porta do Conselho Superior da Magistratura, onde foi entregue um pedido para abertura de um processo disciplinar à juíza responsável pela decisão.