sicnot

Perfil

País

Ministro da Saúde garante que Governo não vai privatizar ADSE

O ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes, garantiu hoje, em Coimbra, que o Governo não vai privatizar a ADSE "em nenhuma circunstância".

Sede da ADSE, em Lisboa

Sede da ADSE, em Lisboa

"Há uma coisa que lhe posso garantir, em nenhuma circunstância o atual Governo promoverá a privatização da ADSE", disse Adalberto Campos Fernandes aos jornalistas, questionado sobre a eventual mutualização do modelo de assistência na doença aos servidores do Estado.

Em declarações à margem de uma visita ao Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra, o ministro da Saúde lembrou ainda que a comissão de reforma da ADSE conclui os seus trabalhos na quinta-feira.

Em declarações anteriores no Parlamento, a 23 de junho, o ministro admitiu que a ADSE venha a ter autonomia e que até à sua eventual mutualização tenha uma fase transitória com duas tutelas.

"O Governo prevê dar autonomia à ADSE e tem de o fazer com segurança", afirmou na altura o ministro Adalberto Campos Fernandes, questionado pela oposição sobre notícias que dão conta de que o plano de atividades do subsistema dos funcionários públicos pode voltar a ser financiado pelo Estado.

Para o ministro da Saúde, até à eventual mutualização, a ADSE poderá ter uma fase transitória em que o subsistema passe a ter duas tutelas (Finanças e Saúde).

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19