sicnot

Perfil

País

Controladores aéreos portugueses fazem greve para alertar para abandono da NAV

Seis sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal vão fazer uma greve de duas horas, durante cinco dias, o primeiro já na próxima quinta-feira, para alertar para a situação de abandono em que vive a empresa.

© Paulo Whitaker / Reuters

"Os trabalhadores da NAV Portugal veem-se forçados a recorrer ao derradeiro instrumento constitucional para chamar a atenção do País para os impactos decorrentes da situação que se vive na empresa e do abandono a que tem sido votada", lê-se no comunicado enviado hoje pela plataforma sindical, que integra seis sindicatos representativos dos trabalhadores.

Os pré-avisos de greve abrangem períodos diários de duas horas na quinta-feira, dia 30 de junho (das 14h00 às 16h00) e nos dias 8, 15, 22 e 29 de julho (das 08h00 às 10h00).

A NAV é a empresa responsável pelos serviços de tráfego aéreo português, o que significa que controla os voos com partida e chegada aos aeroportos nacionais, mas também o sobrevoo do espaço aéreo português (ligações internacionais através do espaço aéreo português).

Segundo o comunicado, "há vários meses que os sindicatos representativos dos trabalhadores da NAV Portugal vêm alertando o Governo, através do Ministério do Planeamento e Infraestruturas, para os graves problemas que afetam a empresa e os seus trabalhadores".

"Os alertas têm sido reiterados em relação às implicações negativas de não haver um Conselho de Administração devidamente capacitado para a normal gestão da empresa e para o bloqueio na implementação do quadro orçamental previsto no Plano Nacional de Desempenho, já devidamente validado pela Comissão Europeia", explicam.

Os sindicatos referem "os progressos ocorridos" com a designação do tenente-coronel Albano Coutinho para presidir a partir de 01 de julho, em regime de substituição, ao Conselho de Administração da NAV Portugal.

No entanto, realçam que "esta nomeação única não altera em nada a atual situação de incapacidade de gestão da Empresa, exigindo-se a nomeação imediata da totalidade dos três membros do Conselho de Administração".

"É imperioso que sejam tomadas as decisões estratégicas que se impõem numa organização como a NAV Portugal, sob pena de ficar em causa, de forma grave, a operacionalidade da empresa que é responsável pela segurança de mais de 100 milhões de passageiros que anualmente utilizam o espaço aéreo nacional", advertem em comunicado conjunto o Sindicato dos Técnicos de Informação e Comunicações Aeronáuticas, o Sindicato dos Controladores de Tráfego Aéreo, o Sindicato dos Técnicos de Segurança Aérea, Sindicato dos Técnicos de Navegação Aérea, Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos, Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.