sicnot

Perfil

País

Casos de mães que matam os filhos

Casos de mães que matam os filhos

Nos últimos tempos têm ocorrido muitos casos de mães que matam os filhos. Há pouco mais de uma semana, uma mulher de 37 anos atirou-se da ponte sobre o rio Cávado com o filho de seis anos. A mãe de Barcelos foi resgatada, mas a criança foi encontrada morta no dia a seguir. Em fevereiro, Sónia Lima entrou no Tejo com as duas filhas, que morreram afogadas. O Tribunal do Porto condenou a oito anos e três meses de prisão a mulher que em 2009 se atirou da Ponte D. Luís com o filho. Novamente, a mãe foi salva e a criança morreu. Em fevereiro de 2013, uma professora de artes visuais matou os dois filhos de 12 e 13 anos com ansiolíticos.

  • Mulher que se atirou com o filho para o rio Cávado apresentava sinais de depressão
    2:14

    País

    A mulher que atirou o filho para a morte já tinha tentado fazê-lo antes. Há menos de uma semana, Susana Pereira quis saltar da ponte medieval de Barcelos com os dois filhos mas foi travada por populares. Os psicólogos dizem que nestes casos é preciso analisar a pessoa e o contexto familiar para tentar encontrar uma explicação para um ato que parece sempre inexplicável.

  • Menores arrastados para a morte
    2:00

    País

    A Polícia Judiciária está a investigar o caso da mulher que alegadamente se atirou ao rio em Barcelos com um filho ao colo. Recentemente registaram-se outros casos de mães que procuraram pôr termo à vida, juntamente com os filhos. Um deles, aconteceu em Caxias, no passado mês de fevereiro.

  • Encontradas 120 botijas de gás para "um ou vários atentados"
  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.