sicnot

Perfil

País

Fim de semana com sol e temperatura a chegar aos 40

O fim de semana vai ser marcado pelo bom tempo, com as temperaturas máximas a subirem 08 a 10 graus Celsius, podendo atingir no domingo os 40º no Alentejo, disse hoje agência à Lusa o meteorologista Bruno Café.Fim de semana com sol e temperaturas a rondar os 40 graus no domingo.

© Vasco Celio / Reuters

"Nos próximos dias vamos ter uma subida da temperatura máxima. No sábado temos uma subida de 02 a 04 graus e no domingo entre os 08 e os 10 graus", disse à Lusa o especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Bruno Café, hoje as máximas rondam os 25/30 graus, sendo um pouco acima em Beja, Évora e Faro com 31, apesar de o dia ter começado em Lisboa com chuviscos.

"No domingo temos temperaturas a rondar os 40 graus no Alentejo. Estamos a prever 40 graus em Évora, 39 em Beja, 38 em Portalegre e em Lisboa no conjunto dos dois dias [sábado e domingo] a temperatura vai subir 11 graus, ou seja hoje vai estar com 25 e no domingo 36", adiantou.

No que diz respeito à mínima, Bruno Café referiu que não haverá alterações significativas, com exceção de domingo na região sul, prevendo-se uma subida de 04 graus.

"Hoje ainda vai ser um dia com céu geralmente limpo, apesar de haver ainda muita nebulosidade ao início da manhã e na região do litoral, que deverá dissipar até ao final da manhã. No litoral centro poderá persistir durante todo o dia", indicou.

Para hoje está ainda previsto vento fraco, sendo moderado a forte nas terras altas, com rajadas da ordem dos 65 quilómetros por hora e neblina ou nevoeiro matinal.

"No sábado prevê-se ainda na generalidade céu geralmente limpo, mas ainda haverá períodos de nebulosidade. No domingo já não deveremos ter essa nebulosidade matinal. Vamos ter céu limpo, mas períodos de nebulosidade no interior, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros", acrescentou.

Quanto ao vento, segundo Bruno Café, no sábado ainda vai ser na generalidade do território fraco a moderado, mas no domingo deverá haver um enfraquecimento.

Na segunda-feira, de acordo com informação disponível na página da Internet do IPMA, as temperaturas máximas deverão baixar ligeiramente, mas mesmo assim encontrando-se acima dos 30 graus.

"Nos próximos dias vamos ter uma subida da temperatura máxima. No sábado temos uma subida de 02 a 04 graus e no domingo entre os 08 e os 10 graus", disse à Lusa o especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Bruno Café, hoje as máximas rondam os 25/30 graus, sendo um pouco acima em Beja, Évora e Faro com 31, apesar de o dia ter começado em Lisboa com chuviscos.

"No domingo temos temperaturas a rondar os 40 graus no Alentejo. Estamos a prever 40 graus em Évora, 39 em Beja, 38 em Portalegre e em Lisboa no conjunto dos dois dias [sábado e domingo] a temperatura vai subir 11 graus, ou seja hoje vai estar com 25 e no domingo 36", adiantou.

No que diz respeito à mínima, Bruno Café referiu que não haverá alterações significativas, com exceção de domingo na região sul, prevendo-se uma subida de 04 graus.

"Hoje ainda vai ser um dia com céu geralmente limpo, apesar de haver ainda muita nebulosidade ao início da manhã e na região do litoral, que deverá dissipar até ao final da manhã. No litoral centro poderá persistir durante todo o dia", indicou.

Para hoje está ainda previsto vento fraco, sendo moderado a forte nas terras altas, com rajadas da ordem dos 65 quilómetros por hora e neblina ou nevoeiro matinal.

"No sábado prevê-se ainda na generalidade céu geralmente limpo, mas ainda haverá períodos de nebulosidade. No domingo já não deveremos ter essa nebulosidade matinal. Vamos ter céu limpo, mas períodos de nebulosidade no interior, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros", acrescentou.

Quanto ao vento, segundo Bruno Café, no sábado ainda vai ser na generalidade do território fraco a moderado, mas no domingo deverá haver um enfraquecimento.

Na segunda-feira, de acordo com informação disponível na página da Internet do IPMA, as temperaturas máximas deverão baixar ligeiramente, mas mesmo assim encontrando-se acima dos 30 graus.

Lusa

  • Se

    Se Jaime Marta Soares tiver razão, se a ciência e as autoridades não forem - outra vez? - manipuladas pelo poder político, se a investigação - independente - concluir que o fogo começou muito antes da trovoada, então, estamos diante de um dos maiores embustes do Portugal democrático.

    Pedro Cruz

  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.

  • "Teria sido muito mais fácil para mim, perante as dificuldades, demitir-me"
    0:31
  • Governo cria fundo de apoio para as pessoas afetadas pelos incêndios
    1:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O ministro do Planeamento e Infraestruturas reuniu-se esta quarta-feira com os autarcas de Figueró dos Vinhos, Castanheira de Pera e Pedrógão  Grande. O Governo criou um fundo financeiro, com o contributo dos portugueses, para apoiar a reconstrução das habitações e a vida das pessoas afetadas pelos incêndios que lavram desde sábado. O fundo será aprovado quinta-feira em Conselho de Ministros.

  • A reconstrução da Nacional 236
    1:44
  • Harry admite que ninguém na família real britânica quer ser rei ou rainha

    Mundo

    O príncipe Harry admitiu que nenhum dos mais jovens membros da família real britânica quer ser rei ou rainha. Numa entrevista exclusiva à revista norte-americana Newsweek, na qual aborda temas como a morte da mãe, que perdeu com apenas 12 anos, Harry afirma que ele e o irmão estão empenhados em "modernizar a monarquia".

    SIC