sicnot

Perfil

País

Homem acusado de matar ex-futebolista condenado a 19 anos e seis meses de prisão

O homem acusado de matar um ex-jogador de futebol do União de Leiria, em agosto de 2015, foi hoje condenado pelo Tribunal de Leiria a uma pena de prisão de 19 anos e seis meses.

(Arquivo/SIC)

(Arquivo/SIC)

O coletivo de juízes condenou o homem, de 26 anos, pela morte de Raul João de Oliveira, de 47, ficando provado que foi o autor dos cinco tiros que mataram o ex-jogador junto ao Café da Mineira, em São Romão, Leiria.

O tribunal considerou ter ficado provado que o acusado disparou inicialmente três tiros de uma arma de calibre 6.35 milímetros a curta distância, "manifestando o maior desprezo pela vida" de Raul João de Oliveira, e disparou ainda mais dois tiros quando a vítima estava já no chão.

Segundo o coletivo de juízes, houve intenção de tirar a vida.

"Sabia o que estava a fazer e fez o que quis", sublinhou o juiz, na leitura do acórdão, acrescentando que o arguido não manifestou sentimento de culpa nem arrependimento e tentou fugir após o crime.

Quatro dias mais tarde, foi detido no aeroporto de Barajas, em Madrid, Espanha, quando se preparava para viajar para o Brasil.

Apesar da condenação por homicídio simples agravado, o tribunal não acompanhou o pedido do Ministério Público, que queria uma condenação não inferior a 22 anos, por homicídio qualificado.

O coletivo de juízes não encontrou razões de premeditação nem motivo fútil para o assassinato, que aconteceu depois de uma troca de palavras.

Apesar de a vítima "não ter feito nada" e de "não haver qualquer motivo" para o sucedido, "a ausência de motivo não é motivo fútil".

O autor dos disparos foi por isso condenado por homicídio simples, agravado pelo uso de arma, agressão à integridade física de um homem que o tentou deter e posse de arma ilegal.

Em cúmulo jurídico irá cumprir a pena de 19 anos e seis meses.

Terá ainda de pagar uma indemnização de 108 mil euros ao filho da vítima por danos patrimoniais e 30 mil euros à mãe da vítima por danos não patrimoniais.

O MP pedia uma indemnização superior a 700 mil euros por danos patrimoniais, pensão de alimentos, despesas de saúde e escolares para o filho menor de Raul Oliveira.

"Praticou um ato muitíssimo grave. Dentro de algum tempo - não sei quando - voltará à vida social. Mas aquele a quem tirou a vida não voltará", afirmou o juiz presidente, numa sessão que contou com segurança reforçada.

Falando para a assembleia, onde estavam familiares e amigos da vítima que acompanharam a sessão com grande tensão - um dos presentes saiu da sala proferindo ameaças de morte a familiares do condenado -, o juiz admitiu haver "muita dor, muita vontade de vingança", mas sublinhou que "o tribunal não faz isso, faz justiça".

"O tribunal espera que este processo tenha chegado ao seu fim", disse o juiz, recomendando à assembleia para tentar "lentamente ir esquecendo" o caso.

A vítima mortal formou-se nas camadas jovens do União de Leiria, onde subiu a sénior. Jogou ainda por clubes como o Pedras Rubras, Fátima, Portomosense, Sport Clube Leiria e Marrazes e Atlético Clube Marinhense.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.