sicnot

Perfil

País

Discussão de projeto de lei da TDT novamente adiada para analisar propostas do PSD

A votação na especialidade do projeto de lei que alarga a oferta na TDT foi hoje novamente adiada para analisar as propostas feitas pelo PSD, disse à Lusa a presidente da comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

"O PSD apresentou propostas de alteração" ao projeto de lei que conta com os contributos do Bloco de Esquerda (BE), PS, PCP e PEV "na sexta-feira", explicou Edite Estrela, adiantando que "não houve tempo" para estas serem analisadas.

A discussão e votação do projeto de lei "foi adiada para a próxima semana", acrescentou a presidente da comissão parlamentar.

Já na semana passada tinha havido um adiamento do projeto de lei que alarga a oferta de serviços de programas na televisão digital terrestre (TDT), a pedido do PSD.

Entre as alterações propostas pelo PSD está a eliminação do artigo 6.º, uma norma transitória que, entre outros pontos, prevê a análise das condições técnicas e financeiras necessárias para "a integração dos restantes serviços de programas da concessionária de serviço público de rádio e televisão [RTP] na TDT em acesso não condicionado livre".

"Entendemos que por uma questão de prudência e também por se tratar de um processo dinâmico devemos procurar sustentar o alargamento da plataforma com base em estudos financeiros, técnicos e jurídicos que avaliem bem esse alargamento, não devendo ser o legislador a definir isso 'a priori'", explicou o deputado do PSD Sérgio Azevedo.

Outra das alterações propostas é a RTP ter canais na TDT sem publicidade comercial.

"O operador de comunicações eletrónicas titular do direito de utilização de frequências (DUF) [Meo/PT Portugal] de âmbito nacional para o serviço TDT associado à exploração do Mux A [bolsa de canais], atentas as possibilidades de constrangimentos financeiros, técnicos e jurídicos identificados previamente nos estudos referidos no artigo anterior, reserva a capacidade de difusão para os serviços de programas temáticos do serviço público de rádio e de televisão [RTP] de âmbito nacional disponibilizados em regime de acesso não condicionado por assinatura, sem publicidade comercial, à data da entrada em vigor" da lei, lê-se na proposta do PSD.

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.