sicnot

Perfil

País

Quase todas regiões em risco muito alto de exposição à radiação UV

Quase todas as regiões do país apresentam hoje risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) na sua página da Internet. O instituto colocou em risco muito alto as regiões de Bragança, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Funchal, Leiria, Lisboa, Porto, Portalegre, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu, Vila Real, Faro, Sagres, Santa Cruz das Flores, Ponta Delgada e Porto Santo.

© Kacper Pempel / Reuters

A exceção vai, segundo o IPMA, para Guarda e Penhas Douradas, que hoje estão com níveis altos, Angra do Heroísmo com risco moderado e Horta baixo.

O IPMA recomenda à população, nas regiões com risco extremo, que evite a exposição ao sol.

Nas regiões com níveis muito alto e alto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de aconselhar que seja evitada a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é (baixo), 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (alto), 8 a 10 (muito alto) e superior a 11 (extremo).

Os concelhos de Oleiros (Castelo Branco) e Pampilhosa da Serra (Coimbra) apresentam hoje risco máximo de incêndio e outros 25 muito elevado, segundo informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O instituto colocou em risco muito elevado de incêndio 25 concelhos de Faro, Beja, Santarém, Castelo, Branco, Coimbra, Guarda, Aveiro e Bragança.

Em risco elevado estão também vários concelhos de todos os distritos do continente, exceto Lisboa e Leiria.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia, relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado no litoral até ao final da manhã, que poderá persistir em alguns locais, aumento da nebulosidade nas regiões do interior, com ocorrência de aguaceiros, que poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada.

Está também previsto vento fraco, soprando moderado de nordeste nas terras altas do interior norte até ao meio da manhã e temporariamente de noroeste no litoral oeste durante a tarde, pequena descida da temperatura mínima nas regiões do norte e centro e neblina ou nevoeiro matinal no litoral a norte do cabo Raso.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se muito nublado até ao início da tarde, aguaceiros fracos nas vertentes norte e nas terras altas até ao início da tarde e vento moderado de norte, soprando por vezes forte nas terras altas até ao meio da manhã e para o fim da tarde.

Para os Açores, a previsão aponta para céu geralmente muito nublado, neblinas, períodos de chuva fraca, especialmente a partir da noite e vento bonançoso.

No que diz respeito às temperaturas, em Lisboa vão variar entre 17 e 32 graus Celsius, no Porto entre 15 e 25, em Vila Real entre 17 e 33, em Viseu entre 17 e 32, em Bragança entre 16 e 33, na Guarda entre 18 e 31, em Coimbra entre 16 e 31, em Santarém entre 16 e 35, em Castelo Branco entre 20 e 35, em Portalegre entre 19 e 34, em Évora entre 17 e 37, em Beja entre 18 e 36, em Faro entre 20 e 25, no Funchal entre 20 e 23, em Ponta Delgada entre 18 e 23, na Horta entre 20 e 23 e em Santa Cruz das Flores entre 19 e 23.

Com Lusa

  • O tempo para hoje
    0:31

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado no litoral até ao final da manhã, que poderá persistir em alguns locais, aumento da nebulosidade nas regiões do interior, com ocorrência de aguaceiros, que poderão ser de granizo e acompanhados de trovoada.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • Furacão Maria já causou pelo menos nove mortes

    Mundo

    O furacão Maria já causou pelo menos nove mortos durante a sua passagem pelas Antilhas Menores, tendo baixando para uma tempestade de grau três depois de atravessar Porto Rico, segundo as autoridades.

  • Presidente do Irão responde a Trump: "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC