sicnot

Perfil

País

Promessa de negociações para baixar portagens ainda não foi cumprida

O governo ainda não contactou formalmente a Scutvias, concessionária da A23, no sentido de iniciar as negociações para baixar o preço das portagens desta mesma autoestrada.

SIC

SIC

O Governo português ainda não cumpriu a promessa de iniciar negociações para baixar o preço das portagens do interior, apesar do executivo ter prometido que o faria antes do verão.

Segundo o jornal Público, o único concessionário com quem é preciso iniciar negociações é a Scutvias, empresa que gere a A23, autoestrada da Beira Interior, que atravessa os distritos de Guarda, Castelo Branco, Portalegre e Santarém. A Scutvias é a única em que as receitas de portagens integram os seus ganhos. No entanto, a empresa ainda não foi formalmente contactada pelo executivo para o efeito.

A A23 faz parte do grupo das ex-Scuts (Sem Custos para o Utilizador) mais caras de Portugal. O preço para percorrer o percurso completo (Alcanena - Guarda) é de 16,75 euros

Para além desta autoestrada, o Governo comprometeu-se ainda a baixar as portagens da A24 (Interior Norte) que liga Viseu a Chaves e da A24, que liga Aveiro a Vilar Formoso e, por fim a Via do Infante, que atravessa todo o Algarve.

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40