sicnot

Perfil

País

Incêndio urbano em Sines provoca dois feridos graves

Um incêndio urbano corrido hoje em Sines, no distrito de Setúbal, provocou dois feridos graves e destruiu uma parte do rés-do-chão de um prédio, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que os dois feridos graves, um homem e uma mulher, que sofreram queimaduras, foram transportados para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

Para a unidade foi também levado um ferido ligeiro, devido a inalação de fumos.

Segundo a mesma fonte, outras quatro pessoas foram assistidas no local, também devido a inalação de fumos, e as duas pessoas residentes na habitação onde ocorreu o incêndio vão ficar deslocadas temporariamente em casa de familiares.

O alerta para o incêndio, registado no Bairro Municipal da Floresta, foi dado às 16:47, sendo ainda desconhecida a origem do fogo.

De acordo com a fonte do CDOS, foram mobilizados para o local, operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Sines, elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil e a GNR.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC