sicnot

Perfil

País

Onde vão estar os radares de controlo de velocidade

O primeiro dos 30 radares do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO) está a funcionar desde ontem, da A5, que liga Lisboa a Cascais.

brisa.pt

Os 30 radares de controlo de velocidade não vão ser fixos, a sua instalação é aleatória num sistema rotativo nas 50 cabines. Os condutores são informados da presença de radar através de um sinal de trânsito.

Em setembro vão estar operacionais mais 25 e o sistema vai estar a funcionar em pleno no final de janeiro de 2017.

Os locais das cabines são:

A1, sentido Lisboa/Porto, km 189
A1, sentido Lisboa/Porto, km 2
A1, sentido Porto/Lisboa, km 4
A1, sentido Porto/Lisboa, km 42
A2, sentido Lisboa/Algarve, km 14
A2, sentido Algarve/Lisboa, km 9
A3, sentido Porto/Valença, km 1
A3, sentido Valença/Porto, km 3
A4, sentido Amarante/Porto, km 15
A4, sentido Porto/Amarante, km 8
A7, km 38
A5, sentido Cascais/Lisboa km 1
A5, sentido Cascais/Lisboa km 5
A5, sentido Lisboa/Cascais km 7
A5, sentido Lisboa/Cascais km 8
A23, km 19
A24, km 93
A24, km 98
A25, km 49
A25, km 52
A25, km 62
A28, km 21
A28, km 34
A29, km 41
A29, km 37
A29, km 47

EN1 sentido Sul/Norte, km 141
EN1,sentido Norte/Sul, km 139
EN3, km 33
EN4, km 156
EN6/Marginal, km 8
EN6-3, km 0,7
EN6-3, km 1
EN10, km 14
EN 223, km 19

IP3, km 68
IP7/Eixo Norte-Sul, km 10,7
IP7/Eixo Norte-Sul, km 10,6

IC17, km 13
IC19, km 1
IC19, km 6
IC19, km 10
IC20, km 1,7
IC20, km 1,9
IC20, km 7
IC23/VCI, km 12,3
IC23/VCI, km 9,8

ER125, km 68
ER125, km 76
ER125, km 28

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.