sicnot

Perfil

País

Saída de Carlos Cruz ainda poderá demorar alguns dias

O advogado Ricardo Sá Fernandes disse hoje que a saída em liberdade condicional de Carlos Cruz só deverá ocorrer dentro de dias, quando a decisão favorável da Relação de Lisboa "baixar" ao Tribunal de Execução de Penas (TEP).

MIGUEL A. LOPES

Após ter avançado que a libertação de Carlos Cruz estaria dependente do trânsito em julgado da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), o advogado esclareceu que, afinal, tal situação se concretizará quando o acórdão do TRL "baixar" ao TEP, cabendo a esta instância emitir a ordem saída.

Desta forma, Ricardo Sá Fernandes afasta a possibilidade de Carlos Cruz sair ainda hoje em liberdade, prevendo que só aconteça dentro de "dois ou três dias".

O antigo apresentador de televisão Carlos Cruz vai sair em liberdade condicional, após ganhar um recurso no Tribunal da Relação de Lisboa.

Carlos Cruz, que já completou dois terços da pena de seis anos de prisão a que foi condenado, no âmbito do processo Casa Pia, venceu um recurso apresentado na Relação de Lisboa, contra a decisão do Tribunal de Execução de Penas (TEP), que, em março, recusou o pedido de liberdade condicional.

O ex-apresentador de televisão tem estado a cumprir a pena no Estabelecimento Prisional da Carregueira, no concelho de Sintra, e já teve direito a duas saídas precárias, em dezembro de 2015 e no passado mês de março.

No processo Casa Pia, relacionado com abusos sexuais de alunos e ex-alunos da instituição, foram ainda condenados o antigo motorista casapiano Carlos Silvino (15 anos de prisão), o médico Ferreira Dinis (sete anos), o ex-diplomata Jorge Ritto (seis anos e oito meses), o antigo provedor-adjunto da instituição Manuel Abrantes (cinco anos e nove meses).

Em março, o TEP recusou a liberdade condicional ao ex-apresentador de televisão, com a fundamentação de que Carlos Cruz não demonstrara arrependimento, não assumindo assim a culpa, pelos crimes de abuso sexual de menores.

A decisão do TEP teve em conta pareceres da equipa técnica de reinserção social e do Ministério Público, que foram desfavoráveis à concessão da liberdade condicional a Carlos Cruz.

Lusa

  • Ricardo Salgado constituído arguido no processo EDP

    País

    Ricardo Salgado foi constituído arguido no processo EDP. Uma notícia confirmada pela defesa do antigo banqueiro. A defesa de Ricardo Salgado diz ser falsa e despropositada a tese do Ministério Público e nega que o banqueiro tenha participado num suposto ato de corrupção em benefício do GES e da EDP.

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • O projeto pioneiro que apoia crianças com doenças incuráveis
    3:30

    País

    A única unidade de cuidados paliativos pediátricos do país situa-se em São Mamede de Infesta. Inaugurado há quase dois anos, pelo Kastelo, há passaram 68 crianças com doenças incuráveis. A instituição lançou agora uma campanha de donativos para construir um parque aquático.