sicnot

Perfil

País

Conselho de Estado começou sem Soares e Guterres

A reunião de hoje do Conselho de Estado teve início pelas 16:20, sem o antigo Presidente da República Mário Soares e sem o antigo primeiro-ministro António Guterres, disse à Lusa fonte da Presidência da República.

Tiago Petinga / LUSA

JOS\303\211 COELHO

De acordo com a mesma fonte, Mário Soares volta a estar ausente por motivos de saúde, e António Guterres, candidato a secretário-geral das Nações Unidas, comunicou previamente que não poderia estar presente.

Marcelo Rebelo de Sousa, que tomou posse a 09 de março, imprimiu uma tendência de convocação trimestral do órgão político de consulta do chefe de Estado e escolheu "a situação política internacional e suas incidências em Portugal" para tema desta segunda reunião.

  • "O grande desafio é atacar as causas do Brexit"
    6:35

    Brexit

    Bernardo Ferrão da SIC está em Bruxelas, onde entrevistou, em exclusivo, o primeiro-ministro. António Costa chegou ao Conselho Europeu com um discurso crítico sobre o atual estado da União Europeia e diz que é mais importante olhar para as causas do Brexit, do que pensar quando é que o Reino Unido vai ativar o artigo 50. O primeiro-ministro defende ainda que o processo tem de ser feito em "espírito amigável" e sem pressas. Quando questionado sobre outros possíveis referendos, António Costa lembrou que as decisões, como a do Reino Unido, resultam da "campanha do medo".

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.