sicnot

Perfil

País

Força Aérea abre inquérito a acidente na base do Montijo

A Força Aérea Portuguesa (FAP) anunciou hoje a abertura de um inquérito depois da morte de três militares devido a um acidente na descolagem de uma aeronave C-130H, que ocorreu na Base Aérea N.º6, no Montijo.

"A análise às causas do acidente irá seguir os procedimentos previstos, através de um inquérito conduzido pela Comissão Central de Investigação da Força Aérea. A Força Aérea está de luto", refere a FAP em comunicado.

"A bordo da aeronave estavam sete tripulantes. O acidente causou três vítimas mortais, um ferido grave e três feridos ligeiros, todos militares da Força Aérea", acrescentou a FAP, adiantando que o acidente ocorreu cerca das 12:00.

Ainda segundo a Força Aérea, os feridos foram assistidos no local e depois transportados para unidades hospitalares.

De acordo com a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil na internet, o alerta para o acidente foi dado às 12:20, tendo estado no local 49 operacionais e 16 veículos.

Durante a tarde, numa zona lateral da Base Aérea N.º 6, no Montijo, era possível ver uma parte do C-130H, que deitava ainda fumo, com vários carros de bombeiros e da força aérea junto à aeronave.

Pela entrada da base aérea foi possível ver sair várias ambulâncias e veículos dos bombeiros de corporações do Montijo, Alcochete, Moita ou Pinha Novo.

A FAP garante que vai ser prestado apoio aos familiares das vítimas mortais.

"Neste momento de profundo pesar, os nossos pensamentos estão com os familiares e amigos destes nossos camaradas, aos quais está a ser prestado todo o apoio necessário", concluiu.

Lusa

  • Admissão de efetivos nas Forças Armadas aquém do pedido pelas chefias
    1:42

    País

    O Ministério das Finanças autorizou a admissão de mais efetivos nas forças armadas, este ano mas a integração fica muito abaixo do número pedido pelas chefias militares. Mário Centeno só terá autorizado a integração de cerca de três mil militares em vez das cinco mil vagas propostas pelas chefias do Exército, Força Aérea e Marinha.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08