sicnot

Perfil

País

Governo reitera que oferta da TDT permite mais quatro canais

O ministro da Cultura reiterou esta terça-feira a decisão, aprovada em Conselho de Ministros, que vai permitir alargar a oferta na televisão digital terrestre (TDT) em mais quatro canais, dois públicos e dois privados.

© STRINGER Mexico / Reuters

O esclarecimento do ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, surge no dia em que o jornal Público noticiou que "TDT só dá para mais três canais", salientando que o regulador "contraria Governo, que quer acrescentar quatro canais grátis".

"Depois de oito anos de inércia, conseguimos encontrar uma solução que vai beneficiar diretamente cerca de dois milhões e meio de cidadãos que têm na TDT o único acesso a conteúdos televisivos. É esta circunstância que importa frisar. Há um milhão de lares que hoje têm apenas acesso a cinco canais de televisão e que em breve vão poder aceder gratuitamente a mais quatro", referiu o ministro, numa nota enviada à comunicação social.

O governante reiterou que dois dos canais serão responsabilidade da RTP, nomeadamente a RTP3 e RTP Memória, e outros dois serão repartidos pelos operadores privados, em concurso a lançar oportunamente.

"A solução encontrada para acomodar estes novos canais foi desenvolvida pela PT e baseia-se na utilização de tecnologia de última geração, que permite a descodificação do sinal, de modo a preservar a sua qualidade", esclareceu o Governo.

"Foram feitos estudos e realizados testes sobre a capacidade da rede por parte do operador de distribuição responsável que o regulador do setor acompanhou", disse, acrescentando que a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), "tal como referiu hoje em comunicado, reconhece e aplaude esta solução que permite uma maior otimização da capacidade existente".

O ministro reiterou que "esta medida não representa custos adicionais para o Orçamento Geral do Estado e vai impactar positivamente cerca de 2,5 milhões de cidadãos".

Luís Castro Mendes espera que a oferta da RTP3 e RTP Memória esteja disponível na TDT até ao final do verão.

Atualmente, a TDT disponibiliza a RTP1, RTP2, SIC, TVI e canal Parlamento.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.