sicnot

Perfil

País

Enfermeiros no Algarve ameaçam intensificar greve devido à falta de profissionais

O Sindicato dos Enfermeiros exige "admissão imediata" de enfermeiros para o Algarve, questionando por que motivo o Ministério da Saúde suprime apenas necessidades de médicos naquela região, e ameaça intensificar a greve marcada para 28 e 29 de julho.

O SEP reagia assim a um despacho publicado na segunda-feira, em Diário da República, que determina as carências de médicos, por especialidade, para várias regiões do país, sendo o Centro Hospitalar do Algarve a instituição com necessidades mais gritantes.

O diploma, assinado pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, identifica os serviços e estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com "comprovada carência de pessoal médico, por área profissional de especialização".

Ao todo são 736 os especialistas em falta nos hospitais públicos do país, dos quais 51 só no Centro Hospitalar do Algarve, a instituição com maior carência.

Perante este despacho, o SEP de Faro quer saber se "o setor da saúde só necessita de médicos" e pergunta para quando a contratação urgente de enfermeiros e a autorização de mobilidade.

O sindicato questiona a tutela sobre quando será publicada a "nova portaria dos concursos negociada com o SEP, que permitirá que o concurso para admissão de enfermeiros (que estava em andamento) desbloqueie", e pergunta igualmente quando será adotada uma medida específica para o Algarve, semelhante à dos médicos, para a admissão de enfermeiros.

A direção regional de Faro do SEP considera que estas são "mais razões que levam os enfermeiros do Algarve a aderir à greve de 28 e 29 de julho", que se "intensificará" naquela região.


Lusa

  • Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há mais um português desaparecido. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Espanha. As operações de busca centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "Nas Ramblas, é como se nada tivesse acontecido"
    1:35

    Ataque em Barcelona

    Um atentado terrorista em Barcelona matou 13 pessoas e feriu cerca de 100. O ataque aconteceu na zona das Ramblas, quando uma carrinha avançou sobre quem circulava nessa grande via no centro da capital da Catalunha. O repórter Emanuel Nunes está em Barcelona e deu conta do regresso à normalidade nas Ramblas, logo às primeiras horas da manhã.

  • Barcelona abalada pelo terrorismo
    1:03
  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.