sicnot

Perfil

País

"O país está verdadeiramente numa onda feliz "

O Presidente da República considerou hoje, antes de condecorar oito desportistas recentemente medalhados, que "o país está verdadeiramente numa onda feliz" e disse esperar ver "muitos outros a serem medalhados" nos jogos olímpicos.

ANT\303\223NIO COTRIM

"O país está verdadeiramente numa onda feliz. Está numa onda feliz, porque tem tido ao longo dos tempos, nomeadamente dos últimos tempos, magníficas notícias das suas e dos seus melhores, nas mais diversas modalidades desportivas e nos mais diversos domínios da atividade económica, social, cultural, artística", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, numa cerimónia na Sala das Bicas do Palácio de Belém.

O chefe de Estado falava perante oito desportistas recentemente medalhados em campeonatos europeus, um de canoagem e sete de atletismo, aos quais em seguida atribuiu condecorações com a Ordem do Mérito - dois dias depois de ter recebido em Belém a seleção portuguesa de futebol campeã europeia, atribuindo a cada um dos jogadores e treinadores alvarás de concessão de condecorações com esta mesma ordem.

Na presença do presidente da Assembleia da República, o ministro da Educação e o secretário de Estado da Juventude e Desporto, Marcelo Rebelo de Sousa salientou que este é "um momento pré-olímpico" e disse que espera daqui por umas semanas ver "muitos, muitos outros a serem medalhados".

"Seria um magnífico sinal, um sinal de que o país está a viver, também no domínio do desporto, um momento ímpar na sua história recente", acrescentou.

Lusa

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.