sicnot

Perfil

País

Ordem dos Médicos de Moçambique denuncia 700 médicos ilegais

A Ordem dos Advogados de Moçambique (OrMM) denunciou hoje a existência de cerca de 700 médicos, incluindo estrangeiros, que exercem a atividade ilegalmente, apelando às autoridades judiciais para responsabilizarem criminalmente os envolvidos.

Regis Duvignau / Reuters

"Temos identificados cerca de 700 médicos em situação ilegal, ou porque não estão inscritos na ordem ou porque, estando inscritos, não pagam as respetivas quotas", afirmou Eugénio Zacarias, bastonário da OrMM, à margem de um seminário entre a entidade e a Procuradoria-Geral da República de Moçambique.

Zacarias adiantou que entre os médicos que exercem a função incluem-se cubanos e sul-coreanos, exortando as autoridades judiciais a responsabilizarem criminalmente os envolvidos.

"Estamos perante uma situação de usurpação de função, que é deve ser punida nos termos da lei", afirmou o bastonário da OrMM.

De acordo com Eugénio Zacarias, no âmbito da lei moçambicana, só pode ostentar o estatuto de médico o profissional da área que estiver inscrito na ordem e com as quotas em dia.

Zacarias acrescentou que, até ao ano passado, a OrMM tinha inscritos em todo o país cerca de 2.600 médicos.

Lusa

  • A história de João Ricardo
    10:37
  • Parceiros sociais começam hoje debate sobre salário mínimo

    Economia

    Os parceiros sociais reúnem-se hoje com o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, para iniciarem a discussão sobre a atualização do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais e confederações patronais a assumirem posições divergentes.Em cima da mesa estarão as propostas das centrais sindicais, com a CGTP a exigir 600 euros a partir de janeiro de 2018 e a UGT a reivindicar 585 euros como ponto de partida para a negociação.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • "No fim, logo se vê" se foram quatro anos de uma legislatura perdida
    1:28

    País

    Pedro Passos Coelho acusa o Governo de perder uma legislatura. O presidente do PSD diz que "no fim, logo se vê" se foram ou não quatro anos de oportunidade perdida para o país. No último Conselho Nacional antes das eleições diretas do partido, Passos acusou o Executivo de perder o rumo e apontou os casos do Infarmed e do aumento do preço da água como exemplos de desorientação.

  • Marcelo apoia novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil
    0:44

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa considera o novo Mecanismo de Proteção Civil uma ideia muito boa, que tem todo o apoio do Governo e do Presidente da República. Marcelo apenas lamenta que o modelo não existisse durante os incêndios deste ano.