sicnot

Perfil

País

Ordem dos Médicos de Moçambique denuncia 700 médicos ilegais

A Ordem dos Advogados de Moçambique (OrMM) denunciou hoje a existência de cerca de 700 médicos, incluindo estrangeiros, que exercem a atividade ilegalmente, apelando às autoridades judiciais para responsabilizarem criminalmente os envolvidos.

Regis Duvignau / Reuters

"Temos identificados cerca de 700 médicos em situação ilegal, ou porque não estão inscritos na ordem ou porque, estando inscritos, não pagam as respetivas quotas", afirmou Eugénio Zacarias, bastonário da OrMM, à margem de um seminário entre a entidade e a Procuradoria-Geral da República de Moçambique.

Zacarias adiantou que entre os médicos que exercem a função incluem-se cubanos e sul-coreanos, exortando as autoridades judiciais a responsabilizarem criminalmente os envolvidos.

"Estamos perante uma situação de usurpação de função, que é deve ser punida nos termos da lei", afirmou o bastonário da OrMM.

De acordo com Eugénio Zacarias, no âmbito da lei moçambicana, só pode ostentar o estatuto de médico o profissional da área que estiver inscrito na ordem e com as quotas em dia.

Zacarias acrescentou que, até ao ano passado, a OrMM tinha inscritos em todo o país cerca de 2.600 médicos.

Lusa

  • Guterres condena onda de violência em Myanmar
    0:43

    Mundo

    António Guterres condenou a onda de violência e discriminação contra os rohingya em Myanmar, na abertura da assembleia-geral das Nações Unidas. O secretário-geral da ONU pediu ainda às autoridades do país para acabarem com as operações militares e protegerem a comunidade ameaçada.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição na ilha Dominica
    1:52
  • Peritos mundiais debatem doenças neurodegenerativas em Lisboa
    3:04
  • "O Benfica é atacado e não há ninguém que fale e que dê a cara?"
    6:05
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    Depois do artigo publicado no blog "Geração Benfica", Rui Gomes da Silva reiterou esta segunda-feira, em O Dia Seguinte da SIC Notícias, algumas das críticas à estrutura do clube. O antigo vice-presidente do Benfica defendeu Luís Filipe Vieira, Rui Vitória e Nuno Gomes. E acusou novamente Rui Costa de passividade e os vice-presidentes de não darem a cara. 

  • Governo aconselha pais a fazerem queixa de manuais em mau estado
    2:31
  • Acha que este padre sabe dançar?
    2:22