sicnot

Perfil

País

PJ deteve mulher de Barcelos que se atirou ao rio com o filho ao colo

A Polícia Judiciária de Braga deteve a mulher que em Junho se terá atirado ao rio Cávado, em Barcelos, com o filho ao colo, informou hoje fonte daquela força.

HUGO DELGADO

Segundo a força, a mulher, de 37 anos, foi levada ao Tribunal de Guimarães, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

A 17 de junho, uma mulher de 37 anos atirou-se da ponte de Rio Covo Santa Eugénia, em Barcelos, com um filho ao colo.

Pouco depois, a mulher foi resgatada da água por um popular, que para o efeito utilizou o seu barco.

O filho acabou por morrer, tendo sido resgatado da água no dia seguinte.

Desde então, a mulher esteve internada em psiquiatria, tendo agora sido detida pela PJ de Braga, em cumprimento de mandado judicial.

Está indiciada por homicídio qualificado.

Lusa

  • CPCJ de Barcelos atenta ao outro filho da mulher que se atirou ao Cávado
    2:09

    País

    A mulher de Barcelos - que atirou o filho de seis anos ao rio Cávado - tem um outro filho de dois anos. A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Barcelos vai acompanhar de perto a criança e a família, que até ao momento não estava sinalizada. A CPCJ considera que o filho mais novo está em segurança com a família mais alargada.

  • Casos de mães que matam os filhos
    2:22

    País

    Nos últimos tempos têm ocorrido muitos casos de mães que matam os filhos. Há pouco mais de uma semana, uma mulher de 37 anos atirou-se da ponte sobre o rio Cávado com o filho de seis anos. A mãe de Barcelos foi resgatada, mas a criança foi encontrada morta no dia a seguir. Em fevereiro, Sónia Lima entrou no Tejo com as duas filhas, que morreram afogadas. O Tribunal do Porto condenou a oito anos e três meses de prisão a mulher que em 2009 se atirou da Ponte D. Luís com o filho. Novamente, a mãe foi salva e a criança morreu. Em fevereiro de 2013, uma professora de artes visuais matou os dois filhos de 12 e 13 anos com ansiolíticos.

  • CPCJ de Barcelos atenta ao outro filho da mulher que se atirou ao Cávado
    2:09

    País

    A mulher de Barcelos - que atirou o filho de seis anos ao rio Cávado - tem um outro filho de dois anos. A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Barcelos vai acompanhar de perto a criança e a família, que até ao momento não estava sinalizada. A CPCJ considera que o filho mais novo está em segurança com a família mais alargada.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28