sicnot

Perfil

País

Presidente da República elogia prestação de Guterres em debate da ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou hoje a prestação de António Guterres no primeiro debate entre candidatos a secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), considerando-a brilhante.

© Mike Segar / Reuters

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, o antigo primeiro-ministro "destacou-se pelo brilho da sua intervenção" e demonstrou ser "o candidato certo" para reformar a ONU.

Numa nota divulgada na página da Presidência da República na Internet, o chefe de Estado "felicita o engenheiro António Guterres pela sua participação" no debate inédito realizado na sede da ONU, em Nova Iorque, e que, na hora de Lisboa, decorreu entre as 23:00 de terça-feira e a madrugada de quarta-feira.

"O conhecimento revelado sobre os grandes problemas do mundo, assente numa vasta carreira internacional e numa experiência ímpar ao serviço das Nações Unidas, demonstraram que o engenheiro António Guterres é o candidato certo para promover a reforma daquela organização", afirma o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa acrescenta que Guterres será capaz de reformar a ONU "com vista ao aprofundamento do seu papel na promoção da paz no mundo e no diálogo entre povos e culturas, à luz dos princípios da tolerância universalista e do respeito pela dignidade da pessoa humana".

Lusa

  • Guterres foi o mais aplaudido em debate da ONU
    0:30

    Mundo

    António Guterres teve mais uma prova de fogo na corrida a secretário-geral da ONU. Os candidatos tiveram de responder a perguntas de jornalistas, embaixadores e cidadãos. Guterres foi o candidato mais aplaudido na primeira ronda do debate. Entre os assuntos discutidos estiveram liderança, violações de direitos humanos, gestão da ONU e prevenção dos conflitos internacionais.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.