sicnot

Perfil

País

Avião da SATA regressa à Terceira depois de ave embater em reator

Um avião da Azores Airlines que fazia a ligação Terceira-Lisboa, com 109 passageiros a bordo, foi hoje obrigado a regressar ao aeroporto das Lajes após uma ave embater num reator, disse o porta-voz da transportadora aérea açoriana.

(Arquivo)

(Arquivo)

LUSA

"O voo Terceira-Lisboa teve um bird strike e foi obrigado a regressar à Terceira", explicou António Portugal, adiantando que na aeronave, um A-320, "seguiam 109 passageiros".

António Portugal acrescentou que a situação ocorreu logo após a descolagem, obrigando ao cancelamento do voo que saiu às 18:00 (mais uma hora em Lisboa) do aeroporto das Lajes, no concelho da Praia da Vitória.

"Os passageiros foram protegidos noutros voos via Ponta Delgada, ilha de São Miguel, e num voo da TAP Terceira-Lisboa", referiu o responsável.

Segundo António Portugal, "a manutenção esteve a analisar o resultado do impacto e considerou que o avião não estava em condições de prosseguir viagem".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.