sicnot

Perfil

País

Caçador de pesca submarina morreu no rio Minho depois de abalroado por embarcação

Um caçador de pesca submarina morreu hoje à tarde na foz do rio Minho depois de ter sido abalroado por uma embarcação, disse à agência Lusa o Capitão do Porto de Caminha.

O acidente, que ocorreu às 17:30 junto à ínsua na foz do rio Minho, vai ser investigado pela Polícia judiciária, de acordo com Rodrigo Gonzalez dos Paços.

A mesma fonte adiantou à Lusa que foram identificadas testemunhas, bem como a tripulação que seguia na embarcação de pesca.

O pescador de caça submarina, de 53 anos e residente na zona do Porto, foi transportado para terra pela embarcação de pesca que o abalroou e foi a equipa do veículo de Emergência Médica (VMER), que se deslocou local, que declarou o óbito, adiantou Gonzalez dos Paços, que é também comandante da Polícia Marítima de Caminha, adianto

De acordo com a mesma fonte, ainda estão a ser averiguadas as causas do acidente.

Lusa

  • NATO retoma diálogo com a Rússia

    Mundo

    O Conselho da NATO - Rússia foi instituído em 2002 e decorreu sem interrupções até à anexação da Crimeia, em 2014. O conflito separatista na Ucrânia dividiu a Aliança Atlântica e Moscovo e suspendeu toda a colaboração prática - desde civil a militar. Agora e na véspera da primeira reunião ministerial em Bruxelas com o estreante secretário de Estado americano Rex Tillerson, os países da NATO tentam a aproximação formal e reativação do diálogo político com Moscovo.

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12

    País

    Rui Mergulhão Mendes, especialista em 'profiling' na Emotional Business Academy, em Lisboa, esteve na Edição da Noite desta quarta-feira para explicar como é que um especialista em linguagem pode ajudar um tribunal a dar um veredito.