sicnot

Perfil

País

Mais 525 mil portugueses vão ter médico de família

Cerca de 525 mil portugueses, até aqui sem médico de família, vão passar a ter um clínico atribuído tendo em conta os 276 novos médicos de medicina geral e familiar que devem entrar em funções até início de agosto.

© Regis Duvignau / Reuters

Terminou hoje o processo de escolha dos agrupamentos dos centros de saúde por parte dos médicos de família recém-especialistas. Nesta primeira fase do concurso foram preenchidas 276 das 338 vagas, segundo números hoje avançados pelo Ministério da Saúde.

Estes 276 médicos, que devem entrar em funções até início do próximo mês, vão permitir cobrir uma população de cerca de 525 mil utentes até agora sem médico de família.

Das 338 vagas que estavam disponíveis, 175 estavam na zona de Lisboa e Vale do Tejo, 68 no Norte, 54 no Centro, 30 no Algarve e 11 no Alentejo.

Nesta primeira fase houve 290 candidatos, mas oito foram excluídos.A segunda fase do concurso decorre entre outubro e novembro.

Com Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47