sicnot

Perfil

País

António Costa homenageia Mário Soares

​O primeiro-ministro, António Costa, homenageia no sábado o líder do I Governo Constitucional, Mário Soares, por ocasião dos 40 anos da posse deste executivo, numa cerimónia para a qual foram convidados todos os antigos primeiros-ministros e presidentes da República.

Mário Soares

Mário Soares

© Rafael Marchante / Reuters

Com esta cerimónia, que se realizará ao fim da tarde nos jardins da residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, António Costa pretende homenagear a figura de Mário Soares e ao mesmo tempo destacar a importância deste Governo, que resultou das primeiras eleições legislativas realizadas em Portugal após o 25 de Abril.

"É uma homenagem a Mário Soares, às primeiras eleições legislativas em democracia e ao Governo que dessas eleições resultou", sintetizou à agência Lusa fonte ligada à organização desta iniciativa.

Para já, além de António Costa, estão previstos discursos do fundador do PPD (Partido Popular Democrático) e antigo primeiro-ministro, Francisco Pinto Balsemão e do ministro dos Transportes e Comunicações desse I Governo Constitucional, Rui Vilar.

Para esta cerimónia, foram ainda convidados membros e colaboradores dos três executivos liderados por Mário Soares: Os dois primeiros entre 1976 e 1978; o terceiro, o do "Bloco Central" PS/PSD, entre 1983 e 1985.

Fonte do executivo disse à agência Lusa que, num momento em que se completam 40 anos da posse do I Governo Constitucional, que era minoritário e só do PS, pretende-se "salientar o contributo que esta equipa governativa deu à institucionalização da democracia e à consolidação dos princípios do Estado de Direito".

Por outro lado, com esta iniciativa, visa-se também destacar a ação deste Governo liderado por Mário Soares no domínio da estabilização da economia portuguesa, que no ano anterior tinha atravessado o PREC (Processo Revolucionário em Curso) e, ainda, no que se refere ao processo de adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia (CEE).

"Apesar de ser minoritário e dos constrangimentos que teve de enfrentar, este Governo fez o pedido formal para a adesão de Portugal à CEE em março de 1977. Já o II Governo Constitucional, também liderado por Mário Soares, mas com o suporte do CDS, lançou as bases do Estado social em Portugal. Mesmo com a oposição do CDS, esse Governo criou o Serviço Nacional de Saúde", referiu ainda à agência Lusa um dos membros do atual executivo.

Com Lusa

  • Assalto à base militar de Tancos
    0:42

    País

    Várias granadas e munições foram roubadas dos paióis da base militar de Tancos. A Polícia Judiciária Militar já está a investigar.

  • Detido antigo diretor regional do BES na Madeira

    Queda do BES

    Foi detido o antigo diretor do Banco Espírito Santo da Madeira, no âmbito do chamado processo ao Universo GES. João Alexandre Silva tinha sido também o representante do BES na Venezuela, onde a instituição portuguesa abriu várias agências em diversas cidades e tinha cerca de 7600 clientes domiciliados.

    Notícia SIC

  • Couves, arroz integral e bróculos biológicos com pesticidas sintéticos
    2:29
  • ASAE apreende leite com água oxigenada para fabrico de queijo

    Economia

    A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu leite com água oxigenada, destinado ao fabrico de queijo. As investigações decorreram nos últimos dois meses e foram dirigidas a vários produtores de leite. As investigações iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração.

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Mulher mata namorado em brincadeira com arma no Youtube

    Mundo

    Uma mulher do Minnesota, nos EUA, está a ser acusada de disparar mortalmente sobre o namorado quando ambos faziam um vídeo para publicar no Youtube. Monaliza Perez, de 20 anos, foi detida depois de disparar sobre Pedro Ruiz, que segurava um livro junto ao seu peito, confiante que seria o suficiente para parar a bala.

  • Comissão Europeia adota plano contra resistência a antibióticos

    Mundo

    A Comissão Europeia adotou, hoje, um plano para combater a resistência aos antibióticos, uma ameaça que mata anualmente 25 mil pessoas na União Europeia (UE) e custa 1,5 mil milhões de euros. Em paralelo ao plano, apresenta ainda regras para um "uso prudente de antibióticos".