sicnot

Perfil

País

GNR regista mais acidentes e menos mortos na 2ª fase da operação do verão

A GNR registou 620 acidentes, dois mortos e 18 feridos graves durante a segunda fase da operação "Hermes - Viajar em Segurança", que decorreu entre sexta-feira e domingo, anunciou hoje a corporação.

Em relação à mesma operação de 2015, a Guarda Nacional Republicana registou mais 30 acidentes, menos seis mortos e o mesmo número de feridos graves.

Dos 620 acidentes registados, 472 foram resultado de colisões, 132 de despistes e 16 de atropelamentos, tendo ambas as vítimas mortais resultado de despistes, adianta a GNR, em comunicado, sublinhando que os maiores índices de sinistralidade ocorreram nos distritos do Porto (99), Faro (83) e Setúbal (80).

Entre sexta-feira e domingo, os militares daquela força de segurança intensificaram as ações de patrulhamento e apoio aos condutores no âmbito da operação "Hermes - Viajar em Segurança", que tem como objetivo garantir a segurança nas viagens realizadas durante o verão e para os destinos de férias.

Durante três dias, a GNR deteve também 163 condutores, menos 39 do que no mesmo período de 2015, sendo a maioria por excesso de álcool e falta de habilitação legal para conduzir.

Os militares da GNR registaram igualmente 3.755 infrações, menos 706 do que em 2015, e as contraordenações estiveram relacionadas com excesso de velocidade e de álcool, uso do telemóvel durante a condução e falta de cinto de segurança.

No comunicado, a GNR destaca ainda o facto de não terem ocorrido ao longo de toda a 35.ª concentração de motos de Faro acidentes rodoviários ou incidentes de relevo no interior do recinto e nos itinerários usados durante o evento.

A próxima fase da operação "Hermes", que decorre durante todo o período de verão, vai decorrer de 29 a 31 de julho, realizando a GNR a quarta etapa de 12 a 15 de agosto e a última fase entre 26 e 28 de agosto.

Lusa

  • Detidas 12 pessoas responsáveis pelo cultivo e tráfico de droga em Gouveia
    1:48

    País

    A GNR de Gouveia deteve 12 pessoas - com idades entre os 17 e os 70 anos -, responsáveis pelo cultivo e tráfico de droga. A operação envolveu mais de 80 militares e desmantelou dez estufas. Foram apreendidas 272 plantas de canábis em Seia, Oliveira do Hospital e Arganil. A quantidade pronta para consumo teria um valor de mercado estimado em 67 mil euros.

  • Vila Real tem sido alvo de roubos de carrinhas
    2:15

    País

    O furto de ligeiros de mercadorias está a preocupar os habitantes das zonas vinhateiras do distrito de Vila Real. Muitas viaturas já não são novas, mas têm valor de mercado e são importantes para o trabalho na agricultura. A GNR está a investigar para perceber se os roubos estão relacionados com as redes que enviam este tipo de carrinhas para os mercados dos países de Leste e África.

  • Costa preparado para falar da renegociação da dívida no plano europeu
    2:24

    Economia

    O primeiro-ministro não quer quebrar com as regras impostas pela UE e não vai dar o primeiro passo na renegociação da dívida, mas estará na linha da frente quando Bruxelas ceder. Em entrevista à RTP, António Costa garante que o Governo cumpriu tudo aquilo que acordou com o presidente demissionário da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues.

  • Benfica persegue oitavos da Liga dos Campeões

    Desporto

    O Benfica tenta hoje a qualificar-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, procurando uma vitória na receção ao Nápoles que lhe permita vencer o Grupo H e manter-se a salvo do perseguidor Besiktas.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.

  • Nova Deli é "altamente tóxica" para os cidadãos

    Mundo

    Nova Deli foi considerada altamente tóxica para os cidadãos. A capital da Índia é considerada há mais de três anos a cidade mais poluída do mundo, mas só este ano se concluiu que é tão tóxica que é capaz de provocar doenças crónicas a quem lá vive.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.